Mercado de trabalho relatorio dos paises chipre eslovenia e espanha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2512 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UTAD – UNIVERSIDADE DE TRÁS-OS-MONTES E ALTO DOURO
Ano Lectivo 2010/2011
2º Semestre / Licenciatura em Economia / Economia de Recursos Humanos
Análise da Estrutura do Mercado de Trabalho
Países em análise: Eslovénia, Espanha, Chipre e UE-27



Trabalho elaborado por:
Raquel Sequeira
Catarina Bravo
Samuel Sousa
Vera Domingues
Introdução
O mercado de trabalho é um dos temas maisdebatidos no mundo actual, uma vez que ninguém fica indiferente aos elevados níveis de desemprego, que se tem vindo a sentir nos últimos anos, como tem sido destacado nos media.
O nosso trabalho vai ter como base o relatório “Employment in Europe” 2010, elaborado pela Comissão Europeia.
O objectivo desta análise é entender as diferenças e semelhanças entre todos os países da EU-27, em especial daEspanha, da Eslovénia e do Chipre. Para tal vamos recorrer ao estudo de alguns indicadores, que nos vão servir de suporte para a análise de estrutura do mercado de trabalho.
Desta forma, iremos observar detalhadamente estes países, no período compreendido entre 1999-2009 abrangendo os seguintes pontos:
* O emprego, nomeadamente o crescimento do emprego, a taxa de emprego, a taxa deactividade e a estrutura do emprego.
* As formas de emprego, particularmente a taxa de emprego a tempo parcial, contratos a prazo, e a importância dos Trabalhadores independentes;
* O desemprego, dando maior importância á taxa de desemprego, à taxa de desemprego de longo prazo e por último à taxa de desemprego juvenil.
Devido ao facto de envolver toda a população, o mercado de trabalho é umtema sempre presente nas principais cimeiras europeias, como é o caso da cimeira de Lisboa (2000) e de Estocolmo (2001).

Estudo do Mercado de Trabalho no Chipre, Eslovénia, Espanha e na Europa 27
Na análise dos gráficos da figura 1 e 2, podemos concluir que o Taxa de Crescimento do Produto está ligeiramente relacionado com o total do emprego, ou seja, são variáveis pro-cíclicas uma vez que asflutuações no emprego total apresentam o mesmo tipo de variação de que o crescimento do produto, isto é, quando o emprego aumenta, aumenta o crescimento e o mesmo se verifica quando diminui, sendo de salientar que essas flutuações são menos significativas do que no crescimento do produto, aumentam menos mas também decrescem menos.
No que diz respeito à taxa de crescimento do produto (fig.1) desde1999 até 2008 todos apresentam valores superiores á UE, sendo de destacar que em 2009, devido à situação financeira que se fez sentir em todo o mundo, todos apresentaram valores negativos no que respeita a esta taxa.
Quanto ao total do emprego (fig.2) resta apenas dizer que a Eslovénia é o país que apresenta valores mais próximos da média Europeia, e a Espanha o que apresenta maiores discrepâncias.Após 2008 os 3 países em análise e a média da UE apresentam crescimentos negativos, sendo a Espanha o país com a maior queda, com um valor aproximado de -7% .
A taxa de emprego (fig.3) é um indicador que mede a quantidade da população em idade activa (entre os 15 e os 64 anos) que está actualmente empregada e que pode ser calculada pela seguinte fórmula:
Taxa de emprego=PopulaçãoempregadaPopulação em idade activa (15-64)*100
Analisando os gráficos da figura 3 referentes a esta taxa, podemos verificar que, no geral, estes têm uma tendência crescente á excepção dos últimos dois anos e também em alguns casos no meio da análise.
Aquando da comparação dos valores respectivos de cada país com os da união europeia, podemos realçar alguns factos, como por exemplo que a taxa de actividade doChipre e da Eslovénia é sempre superior á da união europeia dos 27, enquanto Espanha detém sempre valores inferiores á excepção de 2006 e 2007.
Outro factor merecedor de realce é o facto de na Espanha e no Chipre, a diferença na taxa de emprego quando olhamos ao género, distancia-se em cerca de 20-30% sendo as mulheres o género com menor taxa de emprego, enquanto na Eslovénia, a diferença...
tracking img