Mentes perigosas (filme) e o processo de ensino-aprendizagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1271 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMARIO

I. Introdução 03

II. Mentes perigosas (filme) e o processo de ensino- aprendizagem 04

III. Conclusão 06







































I.INTRODUÇAO

O presente trabalho tem como objetivo refletir sobre o processo ensino-aprendizagem, a partir da análise do filme Mentes Perigosas. Querendo estabelecer a profunda relação entre professor- aluno, levando em consideração o fato de que é importante e necessário a afetividade e a pratica humanista.
No decorrer do trabalho são perceptíveis as diversas relações que poderia ter sidoutilizada como base do mesmo, mas a partir da necessidade pessoal de refletir sobre o tema considerando-se a perspectiva de que a postura interpessoal do docente constitui-se num importante instrumento facilitador do processo ensino-aprendizagem e de que esta está vinculada à adoção de uma das possíveis abordagens do processo de ensino. Como já visto nesta disciplina, na educação estão presentes asdimensões humanas, técnica, cognitiva, emocional, sócio política e cultural. E muito disso pode ser observado no filme. A abordagem deste trabalho será “centrada no aluno”, pois o professor é um facilitador do processo de ensino- aprendizagem, e a relação de mesmo com o aluno pode resultar em seu crescimento pessoal. Pretende-se através da análise de algumas situações do filme Mentes Perigosas,aprofundar as reflexões sobre as dimensões e aspectos da relação professor-aluno, e assim, conseqüentemente do processo de ensino aprendizagem.




















II. MENTES PERIGOSAS (FILME) EO PROCESSO DE ENSINO- APRENDIZAGEM

Assim que observamos as primeiras cenas do filme, casas, prédios, muros grafitados ao som de rap prevemos que vai se tratar de adolescentes (emsuma, afro-descendentes e latinos) que vivem no gueto, na periferia norte-americana. Então finalmente conhecemos a escola, diferente de toda aquela realidade dos alunos, sem pichações, repleta de arvores... LouAnne Johnson esta prestes a realizar um sonho, lecionar inglês, de inicio ela não consegue dominar a turma, utiliza um método que não funciona. Em casa, busca em livros e manuais dedisciplinas repostas para suas perguntas, mas tudo não passa de teorias e que na pratica de nada seriam eficientes, a primeira coisa que passa por sua cabeça é desistir, no entanto ela toma atitudes diferentes para que bem alem de conquistar a turma, ela possa prender a atenção dos alunos, educá-los e tratar do equilíbrio psicológico e afetivo da turma, que por conta dos problemas sociais, são excluídos naescola. Não basta apenas despertar a atenção, deve-se ir além disso, levando o educando a querer aprender, como já foi muito discutido na aula, levar os alunos a terem interesse no que se aprende.
Depois de muito refletir a professora decide mudar seu jeito de se vestir, suas atitudes e sua forma de ensinar, cria um programa baseado na recompensa, promete prêmios pelo desenvolvimento doraciocínio dos seus alunos. E por fim, leva-os a perceberem que aprender é o melhor prêmio:
























Ela alcança resultados significativos, no entanto, a reação da direção da escola não é nada boa, o diretor adverte LouAnne deixando bem claro que naquela escola os professores devem seguir ao pé da letra os regulamentos impostos pela secretaria de educação epela própria escola.

Mesmo assim ela não deixa de utilizar seu método de ensino e passa a se envolver com a historia de vida dos seus alunos, no decorrer do filme percebemos que dentro da escola (qualquer escola) existem diversas relações em vários campos, professor- aluno, aluno- professor, professor- professor, professor- direção, aluno- aluno, conteúdo- aluno, escola-comunidade, conteúdos-...
tracking img