Meninos e meninas em uma sociedade sexista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4578 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MENINOS E MENINAS COMO REFÉNS DE UMA SOCIEDADE SEXISTA



MELLO, Leila Mara





RESUMO

O presente artigo procura levar a análise e a reflexão dos profissionais de educação assim como de toda a comunidade escolar (responsáveis e pessoal de apoio) à percepção sobre a questão de gênero e a influência das normas sociais falocêntricas no desenvolvimento natural das crianças. Aabordagem dessa situação desigualitária entre meninos e meninas emergiu dos brinquedos, das brincadeiras e dos esportes, por considerarmos essas atividades marcas de distinção e de hierarquização entre o sexo masculino e feminino ao longo da história humana. O mundo social programa valores, de modo silencioso e invisível, para que não se reconheça a diferenciação que se faz entre a cultura masculina efeminina. Assim, meninos e meninas convivem com estereótipos de gênero e cumprem os ditames sociais adequados e opressivos, fortemente desiguais, principalmente em relação ao desenvolvimento psicomotor. Esperamos que os profissionais de educação e familiares percebam a concepção dicotômica masculino-feminino e criem novos comportamentos e valores, a fim de auxiliar o desenvolvimento global de todacriança.

1- INTRODUÇÃO

Falar de brinquedos, brincadeiras e esportes em um sentido rígido e isolado não cumpriria nossa proposta de análise, pois segundo FOUCAULT (1994), qualquer abordagem que façamos, precisa estar inserida no contexto das relações sociais ativas, na história e nas condições sociais e políticas do próprio ato discursivo, determinada no tempo e no espaço.

Nessa ótica,Stephen Heatch vai além, pois o autor assinala que "qualquer discurso que, em sua própria enunciação e atitude, deixar de levar em conta o problema da diferença sexual, será dentro de uma ordem patriarcal, precisamente indiferente, a um reflexo do domínio masculino" (apud HUTCHEON,1990, p. 53).

Assim o nosso enfoque textual vai levantar a polêmica do encontro marcado da ambigüidade, do contrário,do infalível desencontro, na relação masculina e feminina, traçando a marca da incompatibilidade, de uma cultura própria ao homem e outra à mulher, como se fossem espelhos em relações paradoxais.

Isto se deve porque ao descrever e interpretar o processo de separação e hierarquização, entre os sexos, não se pode reforçar a idéia de que o universo masculino e o feminino se move em direçõescontrárias, fazendo crê que os homens vivem em um mundo de símbolos enquanto e simultaneamente as mulheres vivam em um mundo de valores (BOURDIEU, 1995 e ROSISKA DARCY, 1999).

Dessa forma, desvelar essa ambigüidade imposta ao menino e a menina pela sociedade sexista, que invisivelmente define atitudes de comportamentos e valores, de acordo com as normas falocêntricas e pelos estereótipos de gênero éimprescindível.

É preciso que os profissionais de educação e familiares realizem uma reflexão mais profunda e efetiva no sentido de fomentar as relações de gênero na nossa sociedade, a fim de proporcionarem a todas as crianças uma formação integral e natural.

2- GÊNERO E A INTERVENÇÃO NAS ATIVIDADES LÚDICAS E FÍSICAS

Ao tentarmos abordar a questão sobre gênero relacionada aos brinquedos,brincadeiras e esportes como foco de nossa análise, é porque consideramos essas atividades lúdicas e físicas como grandes marcas de distinção que forma o dualismo constrangedor e injusto entre masculino e feminino.

Essa abordagem tem a intenção de quebrar o paradigma da partilha dos mundos entre um espaço masculino e um espaço feminino em que a dicotomia sexual seja compreendida comodesigualdade, não aparecendo mais como parte da ordem natural das coisas.

Nesse leque, tentaremos refletir o comportamento sexista manifestado nas instituições familiares e educacionais que estabelecem diferenciadamente valores e atitudes padronizados entre meninos e meninas possibilitando à criança, apenas, desempenhar um papel masculino ou feminino de acordo com os padrões sociais, conduzindo assim à...
tracking img