Memorial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1902 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
SERVIÇO SOCIAL

DARLIAM SOUZA QUINTERO
JACIREMA FRANÇOISE BARBOSA DOS SANTOS
JOANA DARQUE COUTINHO FAVACHO
PATRICIA FERNANDES DE SOUZA
RAMUNY GABRIELLY BITTENCOURT DURÃES
SANDRA DE JESUS PEREIRA DA SILVA











IMPORTÂNCIA DAS POLÍTICAS PARA DEFICIENTES


















Belém - Pará
2011
DARLIAM SOUZAQUINTERO
JACIREMA FRANÇOISE BARBOSA DOS SANTOS
JOANA DARQUE COUTINHO FAVACHO
PATRICIA FERNANDES DE SOUZA
RAMUNY GABRIELLY BITTENCOURT DURÃES
SANDRA DE JESUS PEREIRA DA SILVA














IMPORTÂNCIA DAS POLÍTICAS PARA DEFICIENTES







Trabalho apresentado ao Curso Serviço social da UNOPAR - Universidade Norte do Paraná, para a disciplina Direito e Legislação Social,Trabalho Profissional I, Políticas Sociais II e Planejamento Social.
Prof.: Edna Braun, Jossan Batistuti, Rodrigo Eduardo Zambon e Sirlei Fortes de Jesus.











Belém - Pará
2011


SUMÁRIO

1 INTRODUÇÃO......................................................................................4


2DESENVOLVIMENTO...........................................................................5


3 CONCLUSÃO........................................................................................9


4 BIBLIOGRAFIA.....................................................................................10






























1 INTRODUÇÃO

Este trabalho visa mostrar os avanços que aconteceram na nossa sociedade
A necessidade de(re) aprender a olhar a realidade que nos rodeia é urgente, de modo que se enxergue, por dentro, a trama que envolve a questão da inclusão dos portadores de deficiência. Quanto mais se tem falado em inclusão nos dias atuais, mais a exclusão se configura como produto de uma sociedade de desiguais a luta pelos direitos sociais é uma bandeira de segmentos importantes para o deficiente.
O Século XXImarca um grande movimento de inclusão da pessoa com deficiência infelizmente os avanços científicos e sociais da humanidade moderna, ainda não foram suficientes para mudar esse quadro. Isso se deve a uma visão distorcida por parte de alguns, o trabalho mais difícil, muitas vezes, não é com o deficiente, e sim com a conscientização da sociedade e com a quebra de preconceitos das pessoas.
As pessoasportadoras de deficiência enfrentaram vários tipos de barreiras, dificuldades e discriminação. Mais com o decorrer da história deixam de ser encaradas como um fato sobrenatural e passaram a serem vistas e compreendidas como uma deficiência patológica.
Até porque para podermos alcançar a cidadania que a Constituição garante a cada brasileiro, precisamos mais do que leis, precisamos de políticaspúblicas responsáveis. Teríamos, sem dúvida, um país mais digno para as pessoas com deficiência se a legislação existente fosse respeitada.
Estamos caminhando, a passos lentos, mas caminhando. Torcemos para continuarmos somente com as pedras inevitáveis do caminho.










2. DESENVOLVIMENTO

O Brasil tem passado por profundas mudanças em relação às políticas públicas voltadas parapessoas com deficiência nos últimos dez anos. Houve uma evolução nos conceitos e definições, que avança na organização social e a necessidade de respeitar as pessoas com deficiência direitos fundamentais ganhou amplo reconhecimento, como resultado dessa organização. Houve também a aprovação das Leis Federais 10.048/00 e 10.098/00 e sua regulamentação, que ocorreu em dezembro 2004 através doDecreto 5296, permitindo progressos extraordinários nos dez anos seguintes e de grande impacto na gestão da mobilidade urbana.
Em 1980 ocorreu a primeira promoção da conscientização pública e que foi a divulgação de informações sobre os problemas, situações, necessidades, direitos, deveres e potencialidades das pessoas com deficiência, com conseqüente o desenvolvimento dos conceitos de integração...
tracking img