Membros superiores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 51 (12676 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Introdução

Este trabalho irá abordar a respeito dos equipamentos de proteção individual mais especificamente dos utilizados nos membros superiores. O EPI é todo dispositivo ou produto individual utilizado pelo trabalhador destinado a proteção de riscos que ameacem a vida e saúde do trabalhador. Todo EPI só pode ser posto a venda contendo devidamente o Certificado de Aprovação – CA expedidapelo órgão nacional competente.Para a proteção dos membros superiores temos luvas para todos os tipos de trabalho de risco, mangas, braçadeiras, cremes protetores, dedeiras entre outros.

Membros superiores
Os membros superiores na anatomia humana são formados pela cintura escapular ou ombro, braço, antebraço,pulso e mão.
Cintura escapular: formada por dois ossos: a clavícula, que tornapossível aproximar e afastar os braços do corpo, e a escápula, que fica na parte de trás do ombro.
Braço: Primeiro segmento móvel do membro superior, é formado por um osso único chamado úmero,que é um osso do membro superior.
Antebraço: Segundo segmento móvel do membro superior, é formado por dois ossos: o Rádio e a Ulna. Quando a palma da mão està voltada para frente, o rádio situa-se lateralmente e aulna medialmente.
Mão: Divide-se em três grupos de ossos: Carpo,que é formado por oito pequenos ossos, metacarpo que é formado por cinco ossos iguais que constituem o esqueleto da palma da mão e falanges são os três ossinhos dos dedos: falange proximal, média e distal. O polegar apresenta apenas duas falanges.As Falanges que fazem os dedos se moverem pra lá e pra cá.

Esqueleto Apêndicular -Membros Superiores
Região que compreende as cinturas e os membros.

Cintura Escapular

Essa região refere – se a junção entre os membros superiores e o tronco, ou esqueleto apendicular e axial. Constituído pela escápula e pela clavícula, a primeira encontra – se a parte dorsal do tórax, envolta por musculatura que impede o contato direto com o gradil costal, enquanto que a clavícula seencontra na parte ventral do tórax, superior ao gradil costal.

Clavícula

Osso longo, que se estende da borda superior do manúbrio esternal ao acrômio da escápula, ligando dessa forma o tronco ao membro superior indiretamente através da escápula. Seus dois terços mediais são convexos anteriormente; seu terço lateral é côncavo; sua extremidade acromial é achatada; sua extremidade esternal élevemente arredondada; possui uma face rugosa voltada inferiormente e sua face lisa esta voltada superiormente.

Principais acidentes ósseos:
* Extremidade esternal.
* Extremidade acromial.
* Corpo da clavícula.
* Tubérculo conóide.
* Linha trapezóide.
* Impressão do ligamento costoclavícular.

Escápula

Ligada ao osso esterno pela clavícula, articula – se com o úmeropela cavidade glenóide e está situada na parede póstero – superior do tórax. Para observar sua posição anatômica, observe que sua face côncava (fossa subescapular), é anterior; sua espinha é posterior; o acrômio e a cavidade glenóide são laterais. Possui ainda bordas superior, medial e lateral e ângulos superior, inferior, lateral e acromial.

Principais acidentes ósseos:
* Acrômio.
*Fossa supra – espinhal.
* Fossa infra – espinhal.
* Espinha da escápula.
* Processo coracóide.
* Fossa subescapular.
* Cavidade glenóide.

Osso do braço

Úmero

Osso longo, articula – se superiormente com a cavidade glenóide da escápula, e inferior ou distalmente, com o rádio lateralmente; e com a ulna medialmente. Para e obter a posição anatômica quando o osso estadesarticulado, preste atenção na cabeça, deve estar superior com a face articular voltada medialmente, com os tubérculos anteriores separados pelo sulco intertubercular.

Principais acidentes ósseos:
* Cabeça do úmero.
* Tubérculo maior.
* Tubérculo menor.
* Sulco intertubercular.
* Colos anatômicos e cirúrgicos.
* Tuberosidade deltóidea.
* Capitulo.
* Tróclea....
tracking img