Medidas de controle em eletricidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1349 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
MEDIDAS DE CONTROLE
A eletricidade não apresenta cor, cheiro, ruído ou movimentos visíveis.
Neste fato residem muitos dos enormes riscos da eletricidade, além do fato de ela está inserida no cotidiano e presente em praticamente qualquer lugar.
A NR-10 define no seu glossário o conceito de risco:
Risco: capacidade de uma grandeza com potencial para causar
lesões ou danos à saúde das pessoas.Os riscos elétricos podem ser classificados como (OLIVEIRA 2007):
• Choque elétrico
• Arco elétrico
• Campo eletromagnético
Em todas as intervenções em instalações elétricas devem ser adotadas
Medidas preventivas de controle do risco elétrico e de riscos adicionais através de Análise Preliminar de Risco (APR) (BARROS 2010). Tais medidas devem integrar-se às demais iniciativas de segurança,saúde e meio ambiente de trabalho. Os estabelecimentos com carga acima de 75 kW devem constituir e manter Prontuário de Instalações Elétricas que deverá conter:
• Conjunto de procedimentos e instruções técnicas e administrativas de
Segurança e saúde; 15.
• Especificação dos equipamentos de proteção coletiva e individual;
• Documentação comprobatória dos trabalhadores e dos treinamentosRealizados;
• Resultados dos testes de isolação elétrica realizada em equipamentos
de proteção coletiva e individual.
Este prontuário deve organizado e atualizado pela empresa ou pessoa
Formalmente designada por ela e estar à disposição dos trabalhadores envolvidos nos serviços e para as autoridades competentes. Os autores dos documentos do prontuário devem ser legalmente habilitados.
Adesenergização é um conjunto de ações coordenadas, seqüenciadas e controladas. Somente serão consideradas desenergizadas as instalações elétricas liberadas para trabalho, mediante os procedimentos apropriados e obedecida a seqüência a seguir:

Seccionamento
É o ato de promover a descontinuidade
elétrica total, obtida mediante o
acionamento de dispositivo apropriado.Impedimento de reenergização
É o estabelecimento de condições que impedem, a
reenergização do circuito ou equipamento dez energizado,
Assegurando ao trabalhador o controle do seccionamento.
Constatação da ausência de tensão
É a verificação da efetiva ausência de tensão nos condutores do circuito elétrico.Instalação de aterramento temporário com
equipotencialização dos condutores dos circuitos
Constatada a inexistência de tensão, os condutores deverão ser ligados à haste terra do conjunto de aterramento temporário e realizado a equipotencialização das fases.

Proteção dos elementos energizados existentes na
zona controlada
Define-se zona controlada como, área em torno da parte condutoraenergizada, segregada, acessível, de dimensões estabelecidas de acordo com nível de tensão, cuja aproximação só é permitida a profissionais autorizados, como disposto no anexo II da Norma Regulamentadora Nº10. Podendo ser feito com anteparos, dupla isolação invólucros, etc.

Instalação da sinalização de impedimento
de ré energização
Destinada à advertência e à identificação da
razão dedesenergização e informações do responsável.
Aterramento funcional (TN / TT / IT),
de proteção temporária.

Aterramento
Definição
Ligação intencional à terra através da qual correntes elétricas podem fluir.
O aterramento pode ser:
* Funcional: ligação através de um dos condutores do sistema neutro.
* Proteção: ligação à terra das massas e dos elementos condutores estranhos à instalação.* Temporário: ligação elétrica efetiva com baixa impedância intencional à terra, destinada a garantir a equipotencialidade e mantida continuamente durante a intervenção na instalação elétrica.

Esquema TN
O esquema TN possui um ponto da alimentação diretamente aterrado, sendo as massas ligadas a esse ponto através de condutores de proteção. São considera-das três variantes de...
tracking img