Mecanismos de defesa especificos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2531 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
-------------------------------------------------
Escola Secundária de Ponte de Sor
2011/2012
Biologia

-------------------------------------------------
Doenças sexualmente transmissíveis

Trabalho realizado por:
Jéssica Pina,
Laura Cruz,
Nuno Marcos,
Vânia Lopes.
--------------------------------------------------------------------------------------------------
Índice


* Doenças sexualmente transmissíveis
* Introdução
- Sintomas
- Tratamentos
- Prevenção

* Dst’s no mundo: estatísticas recentes ?
* Notícias
* Conclusão
* Bibliografia




-------------------------------------------------
Introdução

Este trabalho foi realizado no âmbito da disciplina de Biologia e apedido da professora Madalena Catarino.
Com este trabalho pretendemos falar, problematizar, reflectir e comentar os vários tipos de doenças sexualmente transmissíveis, os seus efeitos e sintomas no nosso organismo, formas de transmissão entre indivíduos, tratamentos, comportamentos e formas de prevenção face aos agentes contagiosos.
As doenças sexualmente transmissíveis (ou doenças venéreas) são,tal como o nome sugere, doenças infecciosas que se propagam essencialmente através de contactos sexuais.
As DST afectam geralmente o aparelho reprodutor de ambos os sexos, havendo no entanto outro tipo de efeitos no organismo e a outras partes deste que podem ser muito prejudiciais ao organismo.
As DST possuem vários agentes infecciosos, dependendo da doença em si, e estes podem ser vírus,bactérias, parasitas ou fungos. Geralmente os vírus são os mais mortíferos e difíceis de tratar, não havendo cura para eles. Já os restantes possuem cura mas devem ser tratados rapidamente ou podem causar danos irreversíveis no ser humano infectado.
Esperamos que este trabalho seja apelativo e informativo, e esperamos discutir e expor o melhor possível as DST mais prejudiciais à saúde humana.-------------------------------------------------
DST’s
Doenças sexualmente transmissíveis (DST) ou  infecções sexualmente transmissíveis são patologias antigamente conhecidas como doenças venéreas. São doenças infecciosas que se transmitem essencialmente (porém não de forma exclusiva) pelo contacto sexual.
O uso de preservativo tem sido considerado como a medida mais eficiente para prevenir acontaminação e impedir a sua disseminação.
Vários tipos de agentes infecciosos (vírus, fungos, bactérias e parasitas) estão envolvidos na contaminação por DST, gerando diferentes manifestações, como feridas, corrimentos, bolhas ou verrugas.
Algumas DST são de fácil tratamento e de rápida resolução quando tratadas correctamente. Outras são de tratamento difícil ou permanecem latentes, apesar dafalsa sensação de melhora. As mulheres representam um grupo que deve receber especial atenção, uma vez que em diferentes casos de DST os sintomas levam tempo para tornarem-se perceptíveis ou confundem-se com as reações orgânicas comuns de seu organismo. Isso exige da mulher, em especial aquelas com vida sexual ativa, independente da idade, consultas periódicas ao serviço de saúde.
Certas DST,quando não diagnosticadas e tratadas a tempo, podem evoluir para complicações graves como infertilidade, infecções neonatais, malformações congénitas, e aborto (no caso de gestantes), cancro e até a morte.

As DST’s mais conhecidas são:
* Sífilis 
* Cancro mole
* Clamidíase
* Gonorreia
* SIDA ou AIDS
* Tricomoníase
* Linfogranuloma venéreo
* Herpes 
* Condilomaacuminado (ou HPV ou verruga Genital)
* Hepatite B 

* Linfogranuloma venéreo

O linfogranuloma venéreo (LGV) é uma doença sexualmente transmissível causada pela bactéria Chlamydia trachomatis. Caracteriza-se pelo aparecimento de uma lesão genital (lesão primária) e que se apresenta como uma ulceração (ferida) ou como uma pápula (elevação da pele). O seu período de incubação varia de 7...
tracking img