Max weber

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4110 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE TEOLÓGICA SÃO PAULO
CURSO DE TEOLOGIA COM PEDAGOGIA






Max Weber
Contribuição na Educação e na Sociedade







SOCIOLOGIA DA EDUCAÇÃO I





BALBINA
2013
FACULDADE TEOLÓGICA SÃO PAULO
CURSO DE TEOLOGIA COM PEDAGOGIA

Alzira Maria Alencar Santos
Carciane Ferreira Araújo
Creuzimara Alves da Costa
Francelina de Castro Lopes
Francilene de Castro LopesFrancisca Saraiva Paz
Josenilce Melo da Silva
Maria Aparecida Gomes Soares
Marlinda Pantoja Bastos
Odilene Lira de Jesus
Paulo Augusto de Melo

Max Weber
Contribuição na Educação e na Sociedade






BALBINA
2013
SUMÁRIO
1. INTRODUÇÃO
2. DESENVOLVIMENTO
2.1 QUEM FOI MAXIMILLIAN EMIL WEBER?
2.2 A ETICA PROTESTANTE E O CAPITALISMO
2.3 A CONTRIBUIÇÃO DE MAX WEBERPARA A SOCIEDADE
2.4 A CONTRIBUIÇÃO DE MAX WEBER PARA A EDUCAÇÃO
3. SUAS PRINCIPAIS OBRAS
4. FRASES E PENSAMENTOS
5. CONCLUSÃO
6. REFERENCIAS BIBLIOGRAFICAS

















1 INTRODUÇÃO

Maximilian Karl Emil Weber foi um intelectual alemão, jurista, economista e considerado um dos fundadores da Sociologia. Max Weber nasceu 21 de Abril de 1864 e morreu 14 de Junho de1920, nasceu e morreu na Alemanha aos 56 anos. Filho de uma família da alta classe média, seu pai era um conhecido advogado e desde cedo orientou no sentido das sociedades em geral, começou a sua carreira como professor, lecionando em Munique na cidade de Berlim, era influente na política alemã da época. Foi casado com Marianne Weber, que se tornou a sua biografa, Marianne era uma das alunaspioneiras na universidade alemã e integrava grupos feministas de seu tempo. Max Weber foi um dos fundadores da Sociologia.
Para Weber a sociedade pode ser compreendida a partir do conjunto das ações individuais. Estas são todo tipo de ação que o indivíduo faz, orientando-se pela ação de outros.
Só existe ação social, quando o indivíduo tenta estabelecer algum tipo de comunicação, a partir de suasações com os demais.
Weber estabeleceu quatro tipos de ação social. Estes são conceitos que explicam a realidade social, mas não é a realidade social: Ação tradicional: aquela determinada por um costume ou um hábito arraigado; Ação afetiva: aquela determinada por afetos ou estados sentimentais; Racional com relação a valores: determinada pela crença consciente num valor considerado importante,independentemente do êxito desse valor na realidade; Racional com relação a fins: determinada pelo cálculo racional que coloca fins e organiza os meios necessários.
Nos conceitos de ação social e definição de seus diferentes tipos, Weber não analisa as regras e normas sociais como exteriores aos indivíduos.
Para ele as normas e regras sociais são o resultado do conjunto de ações individuais.
Na suaconcepção o método deve enfatizar o papel ativo do pesquisador em face da sociedade. Foi um dos primeiros cientistas sociais importantes a levar em conta a importância da religião ou da mentalidade religiosa na configuração da economia política. O objetivo dele foi refutar a tese de Karl Marx, segundo a qual o capitalismo nascera somente da exploração do homem pelo homem.
Para Weber, o modernosistema econômico teria sido impulsionado por uma mudança comportamental provocada pela Reforma Luterana do século 16. Ocasião quando dela emergiu a seita dos calvinistas com seu forte senso de predestinação e vocação para o trabalho.
2 DESENVOLVIMENTO
2.1 QUEM FOI MAXIMILIAN KARL EMIL WEBER?
Seu pai, Sr. Max Weber, público e político liberal; a mãe, Helene Fallenstein, uma calvinista moderada. Maxfoi o primeiro de sete filhos, incluindo seu irmão Alfred Weber, quatro anos mais jovem, também sociólogo, mas, sobretudo, um economista, que também desenvolveu uma importante sociologia da cultura. A família estimulou intelectualmente os jovens Weber desde a tenra idade.
É considerado um dos fundadores do estudo moderno da sociologia, mas sua influência também pode ser sentida na economia,...
tracking img