Marketing

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 52 (12914 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Área de Interesse: Teoria Econômica e Métodos Quantitativos.

Título: Capital humano, progresso técnico e crescimento econômico: um reexame empírico das abordagens de acumulação, inovação e difusão tecnológica.

Palavras-Chave: Crescimento Econômico, Capital Humano, Função de Produção, Fronteira Estocástica de Produção.

Almir Bittencourt da Silva – Doutor em Economia – CAEN/UFC, Professordo Departamento de Economia Aplicada da Universidade Federal do Ceará – UFC e pesquisador do CAEN/UFC - almirbittencourt@uol.com.br - Av. da Universidade, 2700, CEP: 60020-181, Benfica, Fortaleza – Ceará. Fone: 4009 7750, fonefax: 4009 7751.

Emerson Luis Lemos Marinho – Doutor em Economia – EPGE/FGV, Professor do Departamento de Economia Aplicada da Universidade Federal do Ceará – UFC eprofessor do Curso de Pós-Graduação em Economia - CAEN/UFC - emarinho@ufc.br - Av. da Universidade, 2700, CEP: 60020-181, Benfica, Fortaleza – Ceará. Fone: 4009 7750, fonefax: 4009 7751.

2

Título: Capital humano, progresso técnico e crescimento econômico: um reexame empírico das abordagens de acumulação, inovação e difusão tecnológica.

Resumo Este artigo reexamina empiricamente as abordagensinspiradas em Nelson-Phelps (1966), Lucas (1988) e Romer (1986;1990) sobre a influência do capital humano no crescimento econômico. Trata-se de examinar se o capital humano deve ser considerado um fator de produção como qualquer outro na função de produção, mas contribuindo para gerar rendimentos crescentes de escala (Lucas, 1988), ou, então, se o referido fator produz seus efeitos sobre a taxa decrescimento do produto via difusão tecnológica (Nelson e Phelps, 1966) e por meio da produção de conhecimento e de geração do progresso técnico (Romer, 1986; 1990). A aplicação empírica é feita para uma amostra de 68 países com padrões de desenvolvimento bastante heterogêneos e, também, repetida para os subgrupos classificados pelo Banco Mundial em países ricos, de renda média e países pobres.Utiliza-se a análise de fronteira estocástica e o Índice de Malmqüist para decompor a variação da produtividade em efeitos ocasionados pela variação do progresso técnico (deslocamento da fronteira) e os efeitos produzidos pela variação de eficiência técnica (efeito de aproximação da fronteira). Os resultados obtidos mostram que o capital humano contribui de diferentes formas para o crescimentoeconômico como nas abordagens antes mencionadas.

Abstract The aim of this paper is to empirically investigate the impact of human capital on economic growth according to Nelson-Phelps (1966), Lucas (1988) and Romer (1986;1990) approachs. The Lucas approach and shared by neo-classical growth theory, assumes that growth is driven by the accumulation of human capital. It treats human capital like anordinary input in the production function generating increasing returns of scale.Nelson and Phelps approach relates growth to the stock of human capital which affects a country´s ability to innovate and catch up which more advanced countries. According to Romer, human capital may directly influence productivity by determining the capacity of nations to innovate new technologies suited to domesticproduction. The analysis is performed on a panel of the 68 countries with differents levels of economic development and it was made separately to groups of countries classified by the World Bank like rich, medium income and poor countries. We use the stochastic production frontier analysis and the Malmqüist Index to separate the effects caused by gains in technological progress (displacement of thefrontier) from the effects produced by enhanced efficiency (catching up with the frontier). The results obtained show that human capital factor contribute to the economic growth in differents ways like these ones abovementioned. Key-Words: Economic growth, human capital factor, production function, stochastic production frontier. JEL Classification: O11, O33, O47.

3

1 Introdução O grande...
tracking img