Marketing

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1102 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo

D E T E R G E N T E

São Paulo - SP
2012

Centro Universitário Estácio Radial de São Paulo
Disciplina: Administração de Marketing
Professor: Allan Kozlakowski

Autor (s): Ferdinan de Castro da Silva 201201010039
Gabriel



São Paulo - SP
2012

Sumário
O QUE É UM DETERGENTE 4
COMPOSIÇÃO4
CURIOSIDADE 5
EMPRESAS PESQUISADAS 5
PRODUTOS 5
Detergente Ypê 5
Detergente Minuano 5
Detergente Urca 6
PESQUISA DE MERCADO 6
Quero Bom II Supermercados 6
Supermercados Rod & Raf 6
Mercadinho Espíndola 6
Renovação em nossa embalagem 6
Referências Bibliográficas 8

O QUE É UM DETERGENTE
Os detergentes (ou surfactantes) são substâncias anfifílicas, ou seja, apresentam em suaestrutura molecular uma parte polar e outra apolar, o que dá a estas moléculas a propriedade de acumularem-se em interfaces de dois líquidos miscíveis ou na superfície de um líquido.
A palavra detergente, procede do latim detergere, que significa limpar. Em medicina se entende por deterger, limpar uma úlcera ou ferida , e se denomina detersórios as substâncias empregadas para tal finalidade.Isto significa que podem qualificar-se como detergentes substâncias tão dispares como a saliva, o sabão ou a gasolina, dependendo em que superfícies são aplicadas.
Na prática diária se entende como detergente apenas as substâncias como sabões e similares, que emulsificam as gorduras ou matérias orgânicas devido a propriedade de suas moléculas possuirem uma parte hidrófila (que atrai moléculas deágua) e uma parte lipófila (que é hidrófoba). Esta propriedade é obtida ao oxidar um ácido graxo de cadeia longa como, por exemplo, palmítico, esteárico ou oleico com umabase alcalina, frequentemente desódio, potássio ou cálcio. Este processo é denominado sabonificação. O extremo da molécula que contém o ácido graxo é lipófilo, e o que contém o átomo alcalino é hidrófilo.
O principalrepresentante dos surfactantes é o sabão. Não obstante, quando apareceram as lavadoras automáticas se criou uma demanda progressiva de substâncias mais ativas e que se comportassem melhor emáguas duras, mais ricas em cálcio. As águas duras aumentam a hidrosolubilidade do sabão diminuindo o tempo de contato entre o mesmo e a roupa, reduzindo a eficiência do sabão. Somado com a escassez de produção de sabãodurante a 1ª guerra Mundial levou a obtenção de novos tipos de detergentes. Apareceram, então, no mercado doméstico produtos detergentes não saponáceos de origem industrial, incluindo misturas de tensioativos com outras substâncias, coadjuvantes como os polifosfatos, silicatos, carbonatos e perboratos, e agentes auxiliares que incluem, entre outros, enzimas, substancias fluorescentes, estabilizadoresde espuma, corantes e perfumes. Os primeiros detergentes deste tipo, derivados do benzeno, foram amplamente utilizados nos anos 40 e 50, porém não eram solúveis e nem biodegradáveis, sendo ecologicamente danosos ao meio ambiente. Uma segunda geração de detergentes, os alquilsulfonatos lineares, são menos tóxicos e biodegradáveis.
COMPOSIÇÃO
Os detergentes são compostos por moléculas orgânicasde alto peso molecular, geralmente sais de ácidos sulfônicos. Cada uma de suas extremidades apresenta carácter polar diferente. Um lado é apolar, enquanto o outro é polar. Essas extremidades possuem propriedades coligativas diferentes. Enquanto uma possui afinidade pela água (polar) a outra possui afinidade com gorduras e outras substâncias não solúveis (apolares). Essa interação resulta em umaestrutura conhecida como micela (algo como uma almofada com milhares de alfinetes espetados), que remove a sujeira, auxiliando na limpeza. O detergente mais comum é o sal para - Dodecil-benzeno-sulfonato de sódio, que se origina através da reação de soda com ácido sulfônico (dodecil-alquil-benzil-sulfônico).

CURIOSIDADE
O primeiro detergente (saponáceo) foi fabricado na Alemanha em...
tracking img