Marechal da costa e silva

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (872 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Marechal Arthur da Costa e Silva (1967-1969)

Podemos definir a ditadura militar como sendo o período da política brasileira em que os militantes governaram o Brasil através de um golpe. A ditaduramilitar caracterizou-se pela falta de democracia, supressão de direitos constitucionais, censura, perseguição política e repressão aos que eram contra o regime militar.
Em 1967, Arthur da Costa eSilva foi eleito indiretamente pelo Congresso Nacional, foi o segundo presidente do regime militar (1964-1985). Seu governo foi marcado por protestos e manifestações sociais.
No ano de 1968, omovimento estudantil cresceu em várias partes do mundo, no Brasil também. Numa manifestação estudantil, em março de 1968, Edson Luís Lima Souto (24/02/1950-28/03/1968) foi morto pela polícia, tornando-se oprimeiro mártir da luta estudantil. Com isto, estudantes, políticos, artistas, trabalhadores e grande números de mulheres, saíram às ruas do Rio de Janeiro em protesto contra o regime militar, foi aPasseata dos Cem Mil.

O ambiente político ficou tenso. Pouco depois desses eventos, o movimento operário também mostrou sua disposição de luta em duas grandes greves, em Contagem (MG) e Osasco (SP)por aumentos de salários e o fim da repressão política.
Alguns grupos de esquerda escolheram a luta armada como forma de combate ao governo. Em São Paulo, ocorreram várias ações contra o regimemilitar, como a explosão de uma bomba no consulado americano, o assalto a um trem pagador, em Jundiaí, e o roubo de armas do hospital militar do Cambuci.
Em outubro de 1968, a União Nacional dos Estudantes(UNE) realizou um congresso clandestino (às escondidas) em Ibiúna (SP), que resultou na prisão dos líderes estudantis.
Pouco depois, Márcio Moreira Alves fez um discurso, pedindo às mulheres para nãonamorarem militares e para as pessoas boicotarem o desfile de 7 de setembro. Segue abaixo, o discurso inteiro feito por Márcio Moreira Alves:
“Senhor presidente, senhores deputados,
Todos...
tracking img