Mapeamento conceitual max weber e karl mark

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1221 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
A Psicologia ou as Psicologias

Esse texto traz seu objeto de estudo,as principais teorias e áreas da ciências,trazendo um estudo geral da psicologia.
A Psicologia está no nosso dia-a-dia,usamos no nosso cotidiano com varios sentidos.Quando o vendedor vende seu produto ele usa a psicologia para vender,qundo desabafamos com um amigo usa-se psicologia.
A psicologia usada nocotidiano é denominada de psicologia do senso comum,mas nem por isso deixa de ser psicologia,pois normalmente temos o domínio,mesmo que pequeno e surpeficial, do conhecimento pela psicologia científica,que lhe permite explicar e compreender seus problemas no cotidiano de um ponto de vista psicológico.

O Senso Comum: Conhecimento da Realidade

É no cotidiano que tudo flui,que nos sentimosvivos,que sentimos a realidade.Já a ciência é uma atividade eminentemente reflexiva,ela compreende,elucidar e alterar esse cotidiano a partir de seu estudo sistemático.
O cotidiano e o conhecimento científico que tem a realidade de aproximar e de afastar:aproximam-se porque a ciência se refere ao real,afastam-se porque ciência abstrai a realidade para compreendê-la,ou seja,a ciência se afasta darealidade,transformando-a em objeto de investigação.
Até mesmo os cientistas quando sai do seu laboratorio,está submetido ao cotidiano,cria sua propria teoria apartir da teoria científica seja para simplificar para o dia-a-dia ou ser a maneira de interpretar os fatos.
Todo conhecimento que vamos acumulando no nosso cotidiano é chamado senso comum.Pois sem esseconhecimento,espontâneo,intuitivo.de tentativas e erros,a nossa vida seria muito complicada.
O senso comum percorre um caminho que vai do hábito á tradição,do qual passa de geração para geração.É com essa tentativa de facilitar o dia-a-dia que o senso comum produz suas próprias teorias.

Senso Comum:Uma Visão-de-Mundo

O conhecimento do senso comum,além das caractéristicas,acaba se apropriando dosconhecimentos produzidos pelos setores da produção do saber humano.Ele mistura e recicla esse saber e reduz a uma teoria simplificada de visão-de-mundo.
O senso comum integra de um modo precário,o conhecimento,mas é os conhecimentos mais sofisticados e especializados que as vezes não consegue absorver totalmente.Quando utiliza o termo "rapaz complexado"usa o termo definido pela psicologiacientifica.

Áreas do Conhecimento

Somente com esse tipo de conhecimento não seria suficiente,pois o homem foi ocupando cada vez mais seu espaço,e só com esses conhecimentos intutivos seria muito pouco para dominar a naturaza em seu próprio aproveito.Já os gregos dominavam o cálculo matemático para resolver seus problemas agrícolas,arquitetônico,navais.Com o tempo foi-se especializando cada vezmais,até que atingiu sua sofisticação,fazendo com que o homem atingi-se a Lua.Esse conhecimento definimos como ciência.
Só que a ciência e o senso comum não é a unica forma de descobrir e interpretar a realidade.
Os povos antigos,"gregos".que se preocupava com a origem e o significado da existência humana com essas especulações formaram conhecimentos denominados filosofia.Já opensamento sobre a origem do homem,seus mistérios ficou conhecido como religião.

A Psicologia Científica

A ciência é um conjunto de conhecimentos fatos ou aspectos,expresso pela linguagem.A produção ciéntifica possibilita a sua continuidade novo conhecimento é produzido a partir do anterior desenvolvido e com issso a ciência avança.
A ciência tem que ter objetividade e deve ser isentas deemoção.Objeto específico,linguagem rigorosa,métodos e técnicas específicas,processo cumulativo do conhecimento,objetividade faz com que a ciência tenha uma forma de conhecimento e supera o conhecimento espontâneo do senso comum.

Objeto de Estido da Psicologia

O conhecimento para ser considerado científico requer um objeto especifico de estudo.Com isso os cientista não tem como...
tracking img