Manifesto do partido comunista de 1848

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2127 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FICHAMENTO DE TEXTOS E ARTIGOS

Serviço Social
Bibliografia: YAZBEK, Maria Carmelita. O significado Sócio-histórico da Profissão. In:
Direitos Sociais e Competências Profissionais. CFESS/ABEPSS: 2009.
Resumo: O texto apresenta um histórico da profissão de Serviço Social, desde as
primeiras ações sociais baseadas na concepção da igreja católica até o debate
contemporâneo da profissão. Otexto está constituído em 4 partes:
1 – Uma análise teórico-metodológica do Serviço Social no processo de reprodução das
relações sociais;
2 – O processo de institucionalização e legitimação do Serviço Social no Brasil.
3 – As demandas e particularidades do trabalho profissional na sociedade brasileira.
4 – A profissão como especialização do trabalho coletivo na atualidade.
Comentário:Conceito
fundamental
profissão.

A reprodução
Sociais

das

da

Relações

Na concepção da reprodução
social o Serviço Social pode ser
considerado a partir de 2
ângulos.

Dimensões objetivas e subjetivas
do trabalho do Serviço Social

Interpretação e Partes do texto:
“[...] um conceito fundamental para a compreensão da
profissão na sociedade capitalista é o conceito dereprodução social que, na tradição marxista, se refere
ao modo como são produzidas e reproduzidas as
relações sociais nesta sociedade.”
“O processo de reprodução da totalidade das relações
sociais na sociedade é um processo complexo, que
contém a possibilidade do novo, do diverso, do
contraditório, da mudança. Trata-se, pois de uma
totalidade em permanente reelaboração, na qual o
mesmo movimento quecria as condições para a
reprodução da sociedade de classes cria e recria os
conflitos resultantes dessa relação e as possibilidades
de sua superação.”
• Como realidade vivida e representada na e pela
consciência de seus agentes profissionais e que
se expressa pelo discurso teórico e ideológico
sobre o exercício profissional;
• Como atividade socialmente determinada pelas
circunstânciassociais objetivas que imprimem
certa direção social ao exercício profissional,
que independem de sua vontade e/ou da
consciência de seus agentes individuais.
“Cabe assinalar que estes dois ângulos constituem
uma unidade contraditória, podendo ocorrer um
desencontro entre as intenções do profissional, o
trabalho que realiza e os resultados que produz. É
importante também ter presente queo “Serviço Social,
como instituição componente da organização da
sociedade, não pode fugir essa realidade.”
(IAMAMOTO; CARVALHO, 1995, p.75)”
[...] as dimensões objetivas e subjetivas do trabalho do
assistente social. Objetivas: no sentido de considerar
os determinantes sócio-históricos do exercício
profissional em diferentes conjunturas. Subjetivas: no

Dual papel da profissão.Institucionalização
Social

do

Serviço

No Brasil a institucionalização

A questão Social

Conjuntura nos anos de 1930 no
Brasil

O Centro de Estudos e Ação
Social, que mais tarde será a
Escola de Serviço Social

sentido de identificar a forma como o assistente social
incorpora em sua consciência o significado de seu
trabalho e a descartar visões unilaterais da vida social
e daprofissão, deixando de considerar, por uma lado,
as determinações históricas, econômicas, sociais,
políticas e culturais sobre o exercício profissional do
assistente social e, por outro, o modo como o
profissional constrói sua intervenção, atribui-lhe
significado, confere-lhe finalidade e uma direção.
“[...] podemos afirmar que o Serviço Social participa
tanto do processo de reprodução dosinteresses de
preservação do capital, quanto das respostas às
necessidades de sobrevivência dos que vivem do
trabalho.”
2 Processo de institucionalização e legitimação da
profissão no Brasil.
“[...] a institucionalização do Serviço Social como
profissão na sociedade capitalista se explica no
contexto contraditório de um conjunto de processos
sociais na consolidação do capitalismo...
tracking img