Manifesto comunista - resenha

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (675 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Resenha sobre o livro:
Manifesto Comunista. Escrito por Karl Marx e Friedrich Engels em dezembro de 1847 - janeiro de 1848. Publicado pela primeira vez em Londres em fevereiro de 1848. Publicado deacordo com o texto da edição soviética em espanhol de 1951, traduzida da edição alemã de 1848. Confrontado com a edição inglesa de 1888, editada por Friedrich Engels.

Publicado em 1848, OManifesto Comunista de Karl Marx e Friedrich Engels é um texto histórico que afirma a ideologia comunista, com o objetivo de fazer uma denuncia ao sistema capitalista. O livro evidencia quão precária asituação dos proletariados é, e, chama a todos os trabalhadores assalariados descontentes do mundo a se unir e acabar com esse sistema opressor, como fica evidente na frase final do livro: “Proletariados detodos os países, uni-vos!”
No início do livro se estabelece uma relação entre a burguesia e o proletariado, deixando clara como é dada essa relação entre quem explora e quem é explorado, e como ocapitalismo torna essa rivalidade ainda maior, com um meio de exploração escancarado, tendo como única finalidade o lucro.
A burguesia surgiu de um processo longo de desenvolvimento e de inúmerastransformações no modo de circulação e produção. Processos políticos acompanharam essas transformações. O feudalismo perdeu força, e os pequenos artesãos e pequenos comerciantes foram perdendo espaço pelosbaixos preços dos produtos industriais, ficando quase impossível competir com essa camada que vinha ganhando uma incrível força. A população começou a se concentrar nas cidades, e as cidades foramcrescendo, diminuindo as áreas rurais. Os trabalhadores rurais começaram a trabalhar nas fábricas, tendo horas de trabalho sacrificantes, e um trabalho maçante. Crianças e mulheres tinham as mesmasatividades que os homens, mas com salários menores. E essa “submissão” ao trabalho e às máquinas “coisificou” o trabalhador.
Para Marx e Engels, com a classe operária tendo consciência de sua...
tracking img