Manifestacao laudo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2565 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
EXMO. SR. DR. JUIZ DO TRABALHO DA VARA DO TRABALHO DE




Processo nº






xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx, nos autos da Reclamação Trabalhista em que contende com as Reclamadas xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx. E OUTRO, por sua advogada constituída, devidamente intimada, vem a V. Exa. para manifestar-se sobre o Laudo Pericial de ERGONOMIA expondo e requerendo o seguinte:


LAUDO PERICIALDE ERGONOMIA REALIZADO PELO DR. xxxxxxxxxxxxxxxxxxx - PERITO DO JUÍZO.

Primeiramente impugna o horário de trabalho referido no Laudo Pericial Judicial que aponta que o Reclamante cumpria jornada “basicamente no horário das 07h18min as 17h08 de 2ª a 6ª feira com intervalo de 1hora”.

A jornada acima referida era o horário de trabalho da Reclamada. Contudo a jornada desempenhada peloReclamante é a que consta da exordial e era a seguinte: 7:30 chegava para trabalhar, e três a quatro vezes na semana (segunda a sexta-feira) ultrapassava o horário das 17:30 permanecendo em horas extras até 20 ou 21 hs. Também não tinha o descanso do almoço. Apenas fazia a refeição e retornava para o trabalho. Também trabalhava alguns finais de semana, como será provado na instrução.

Da descrição doambiente de trabalho.

Pelas preliminares deduzidas no Laudo ora comentado, pela descrição do ambiente de trabalho trazidas no mesmo e pela vistoria realizada chega a conclusão o expert que de fato o Reclamante, conforme expôs na sua exordial, trabalhava na função de CALDEIREIRO DE MANUTENÇÃO DE FORNOS e não na função alegada na contestação e descrita também no PPP comprovando-se as mesmaslitigantes de má-fé, posto que não utilizou da verdade, alegando que o Reclamante ocupava a função CALDEIREIRO DE TRAÇADO e absurdamente é o que consta no PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário.

Entre as respostas às quesitações apresentadas restou comprovado que:

Indagado na perícia, ou melhor, na 2ª vistoria, pelo Engenheiro de Construção e Montagem da segunda Reclamada, quandoquestionado respondeu – que todas as peças e equipamentos com peso acima de 25 kg são movimentadas com equipamentos de içar tipo talhas, guindastes, etc., ou uso de carro transportador, que na parte interna da planta nos seus diversos pisos o normal para içar uma peça é a talha instalada nas vigas metálicas, que a não utilização da talha é o descumprimento de procedimento e motivo de advertênciaformal.
O Reclamante na 2ª vistoria declarou que para movimentar as peças e equipamentos verticalmente nos pisos e vãos internos da planta quando era possível se utilizava da talha, que outras vezes era impossível devido aos obstáculos das peças e equipamentos instalados, que nos pisos não tinha como utilizar o carro transportador para movimentar as peças e equipamentos, não tinha espaço, que erampuxados, empurrados na mão com outros operários até um ponto que pudesse utilizar a talha.

O Perito esclareceu a questão acima quando retornou para o escritório da 1ª Reclamada e pediu para chamar o Encarregado e perguntou como as peças e equipamentos a exemplo das raquetes de aço eram movimentadas na horizontal nos pisos internos na planta industrial, tendo o mesmo declarado que era na mão, quepuxavam arrastando na grade do piso e que eram três a quatro pessoas para puxar, que não cabia o carro plataforma e a talha tipo “tirfor” muitas das vezes não atendia para puxar horizontalmente.
Assim constata-se que a alegação do Reclamante referida na Perícia e constante da exordial é verdadeira.

O Perito afirma que a planta industrial vistoriada e indicada pelo Reclamante apresenta umsistema complexo de estruturas metálicas, tubulações de aço, válvulas, suportes de molas, bombas e outros equipamentos, além de fornos (fotos 1 a 12).

Para a execução dos serviços de caldeiraria constatou o Perito uso de lixadeira e máquinas de impacto manuais com peso máximo de 3 a 5 kg e de 10 a 16 kg conforme cópia catálogo, exigindo muitas vezes posição de agachado, outras vezes precisava se...
tracking img