Ludoterapia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1592 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
| FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDEPSICOLOGIA |
LUDOTERAPIA

DINIZ A. M. AFONSO
DIMITRI F. S. CUNHA
DOUGLAS WILLIAN
THIAGO H. CATÓIA

Presidente Prudente – SP
2012

| FACULDADE DE CIÊNCIAS DA SAÚDEPSICOLOGIA |
LUDOTERAPIA

DINIZ A. M. AFONSO
DIMITRI F. S. CUNHA
DOUGLAS WILLIAN
THIAGO H. CATOIA
Trabalho apresentado à disciplina de Psicologia Humanista Existencial do Curso dePsicologia, Universidade do Oeste Paulista, como parte dos requisitos para a sua conclusão.
Orientador:
Prof. Ms. Zilda Rodrigues


Presidente Prudente – SP
2012
INTRODUÇÃO

Ludoterapia é uma psicoterapia onde busca o tratamento infantil de três a doze anos, onde a criança brincando consegue projetar seu modo deser.
O terapeuta observa e interpreta suas projeções para compreender o mundo interno e a dinâmica da personalidade da criança utilizando de instrumentos técnicos.
Este método psicoterapêutico pode ser aplicado individualmente ou em grupo, dependendo da abordagem adotada, bem como do problema a ser tratado.

LUDOTERAPIA
A ludoterapia constitui um recurso ou instrumento técnico, que opsicólogo utiliza dentro do processo psicodiagnostico, com a finalidade de conhecer a realidade da criança que foi trazida a consulta.
A atividade lúdica é a sua forma de expressão própria, assim como a linguagem verbal é no adulto, como podemos observar a afirmação de Axline (1947, p.09):
A ludoterapia é baseada no fato que o jogo é um meio de auto-expressão da criança. É uma oportunidade dada acriança de se libertar de seus sentimentos e problemas através do brinquedo, da mesma forma que, em certas formas de terapia para adultos, o individuo resolve suas dificuldades falando.
Existem duas formas de ludoterapia, podendo ser diretiva, é quando o psicólogo busca assumir as responsabilidades da terapia e interpretações, ou então, podendo ser não-diretiva, onde o psicólogo deixa a criança livrepara assumir a direção e as responsabilidades. No entanto, existe uma preferência na utilização da forma não-diretiva, pois proporciona melhores condições para o crescimento da criança, ou seja, através dos brinquedos, que são o meio natural de expressão de seus sentimentos.
Na ludoterapia, é oferecida a criança um contexto particular, com o enquadramento que inclui espaço, tempo, explicitaçãode papeis e finalidade, cria-se um campo que será estruturado em função interna de sua personalidade, assim ocorre uma aceitação completa, onde a criança é o centro de tudo, ou seja, ela está no comando, não há barreiras, ninguém diz ou critica o que ela faz, havendo assim uma liberdade total para olhar dentro de si mesma. Essa aceitação decorre de uma capacidade da criança de auto-determinação,possibilitando que se torne um ser humano pensante, independente e construtivo.
A maioria das crianças adere facilmente à ludoterapia e adquire, e relação ao terapeuta, confiança suficiente para se expor, brincando livremente. Outras, porém, por várias possíveis motivações internas esquivam-se das atividades projetivas, preferindo brinquedos cujo grau de exposição é muito menor.

SALA DEBRINQUEDOS E MATERIAS
A sala não será um quarto muito pequeno, com mobiliário escasso (uma mesa, duas ou três cadeiras e um quadro negro) a fim de possibilitar liberdade a criança. Sendo assim deve haver uma sala totalmente a prova de som, uma pia com água corrente, a sala protegida com grades ou telas, entre outras coisas.
Quando não há um orçamento que possibilite uma sala adequada para aplicação daludoterapia, pode-se utilizar uma sala de aula de grupos escolares, um canto não usado de um berçário, porém o psicólogo deve trazer uma maleta contendo o material que utilizará.
De acordo com Axline (1947), os brinquedos que apresentam mais sucesso são: mamadeiras, família de bonecas, soldadinhos e equipamentos militares, animais de brinquedo, matérias para uma pequena casa, fantoches,...
tracking img