Lixo extraordinario

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (340 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A palavra lixo remete à idéia de um objeto que não tem mais utilidades nem valor. Porém tal concepção é errada. O termo apropriado seria: resíduos indesejáveis. Não jogamos fora apenas o que nãoserve, mas sim o que não queremos. Materiais recicláveis devem ser associados a um lucro ecologicamente correto.
O brasileiro produz cerca 0,8kg de ‘’lixo’’ por dia. Número esse que poderia ser reduzido30% caso a reciclagem fosse realizado de maneira correta, no entanto o Brasil recicla apenas 20% do disponível para tal processo. Em contra partida, países como o Japão possuí um fantástico sistema deseparação de lixo. Com todas as regras impostas pelo governo, cada um é obrigado a cuidar e separar seu lixo, contribuindo para um país limpo.
O artista plástico, Vik Muniz, produziu recentemente umdocumentário chamado: ‘’Lixo extraordinário’’, no qual reproduziu a dramática situação do maior aterro sanitário do mundo, localizado no Jardim Gramacho, em São Paulo. Uma verdadeira transformação delixo em arte. Toneladas de lixo são despejados por dia, garantindo o sustento de milhares de pessoas que, porém, se arriscam, na procura de materiais recicláveis. O filme mostra o descaso da maioriada população: mistura lixo doméstico, urbano, eletrônico e até mesmo hospitalar. Todos têm o mesmo destino.
Um dos exemplos pioneiros do problema do lixo está relacionado às discutidas sacolasplásticas. Ambientalistas julgam incorreto o seu uso, promovendo campanhas a favor da utilização de ‘’ecobags’’, que podem ser reutilizadas. Mas porque não reutilizar as de plásticos? Um estudo do governobritânico mostrou que sacolas de papel são mais poluentes durante a fabricação. E vale lembrar que essas sacolas não são distribuídas nos supermercados, logo, o dinheiro sairá do bolso do consumidorfinal. Lucro, capitalismo.
É utópico propor que a sociedade pare de produzir lixo. Porém devemos aliar consumo à sustentabilidade. Garrafas pet podem se transformar em uma poltrona, latinhas de...
tracking img