Livro sensores industriais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3906 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Respostas dos Exercícios




Capítulo 1


[pic]1.

[pic]
2.
a) Conjunto de componentes/elementos relacionados entre si para executar uma determinada tarefa
b) Conjunto de procedimentos ou atuações que produzem em um processo a ação e o desempenho desejado.
c) Atividade definida em um sistema, que a partir de informações de entrada, obtêm-se informaçõestransformadas na saída, isto é, entidade dinâmica capaz de efetuar transformações de energia a partir da entrada, obtendo uma forma de energia transformada na saída.
d) Valor preestabelecido (desejado) para a variável controlada.
3.
Século IXX – controle de velocidade de máquinas a vapor de James Watt.
No início do século 20 - controles eram totalmente manuais do tipo on-off
-Indicadores locais de temperatura e pressão
- Atuadores pneumáticos de válvulas;
Entre 1915 e 1930 - surgiram os primeiros controles proporcionais e registradores gráficos montados em campo.
Após 1930 - surgiram os controles de ganho ajustável mais derivativos
- sala de controle central
- transmissores pneumáticos utilizando pressão proporcional;
Após a II Guerra Mundial- surgiram medidas analíticas em linha e analisadores de gás, tudo isso graças ao início do processo de miniaturização dos instrumentos;
Final dos anos 40 - com o impulso produzido pelo advento dos transistores, utilização de controladores eletrônicos analógicos e transmissão de sinais em correntes, surgindo o padrão de sinal em corrente.
Final dos anos 50 - surgimento do circuitointegrado, foram utilizados os primeiros sistemas de controle por computador.
- Padrões de transmissão de sinais analógicos em tensão e transmissão digital.
No início dos anos 60 - grande evolução dos sensores e do chamado controle digital direto (DDC-Direct Digital Control).
No final dos anos 60 - surgiram nas indústrias automotivas os primeiros controladores programáveis parasubstituir quadros de comando elétrico.
Com introdução dos microprocessadores (1971),- Controladores
Lógicos Programáveis (CLP’s) passaram a ser utilizados em diversos tipos de aplicações para automação de processos industriais e não industriais.
Em 1976 - os CLP’s foram utilizados como parte de um controle integrado de manufatura (CIM).
Uma década após a MODICON (Empresa americanapioneira na fabricação de CLP’s) ter introduzido os CLP’s em sua fabricação, iniciou-se a utilização de redes industriais de comunicação que permitiram a interface entre diversos dispositivos, somado ao rápido desenvolvimento dos microprocessadores e microcomputadores elevando a eficiência, confiabilidade e uma redução substancial dos preços.
Nos anos 80, houve uma grande migração para oscontroles distribuídos.
Nos anos 90, com o desenvolvimento dos CLP’s e dos componentes de rede, levou a tendência de utilizar os SISTEMAS DIGITAIS DE CONTROLE DISTRIBUÍDO (SDCD) como a melhor solução para sistemas integrados.
Os sistemas integrados (CIM - Controle Integrado de Manufatura) possibilitaram a interligação dos níveis de gerenciamento, controle e supervisão dos sistemas de automaçãode forma hierárquica com a utilização de algoritmos complexos, distribuição do controle e centralização de macrodecisões, possibilitando o gerenciamento do processo tanto técnico como administrativamente.
Atualmente não se pode falar em CIM, SDCD e CLP’s sem ressaltar a importância dos programas de supervisão e aquisição de dados e controle (SCADA - Supervisory Control And Data Aquisition),redes industriais de comunicação padronizadas (FIELD BUSES), e os protocolos abertos (MODBUS, PROFIBUS, FOUDATION etc.). A integração destas tecnologias (SCADA, CLP e fieldbus) substitui com uma série de vantagens os SDCD convencionais.


4.
Para o controle de temperatura de uma estufa a resistência elétrica, temos:
Variável Controlada - Variável que se deve manter em um valor...
tracking img