Lingua estrangeira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2285 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FSA- CENTRO UNIVERSITÁRIO FUNDAÇÃO SANTO ANDRÉ
FAFIL – FACULDADE DE FILOSOFIA, CIÊNCIAS E LETRAS

Tema:
“Prática de Ensino e Aprendizagem de Inglês com foco na autonomia.
Um novo olhar sobre o ensino de vocabulário.”
(Vera Fiuza de Sousa)

Nomes:
Deborah Lazarov MayerRA 702808
Esther Lazarov Mayer RA 702809

SANTO ANDRÉ, 28 de Setembro de 2011.

Introdução:
 Quando ensinamos uma nova língua a nossos alunos, após certo período de tempo que o aprendiz estiver em contato com a língua, o aluno devera apresentar tais requisitos da língua estudada:

* Reconhecer quando ela é escrita ou falada;
* Lembrardela quando se precisa;
* Usá-la em seu sentido correto;
* Usá-la corretamente em uma frase;
* Pronunciá-la corretamente;
* Conhecer outras palavras que podem ser usadas com ela
* Usá-la na situação certa;
* Saber se ela tem associações positivas ou negativas.

As pessoas têm tendência em assimilar mais rápido as palavras que tem mais relevância para elas. Porexemplo, uma pessoa que trabalha em um hotel lembra com maior facilidade das palavras relacionadas a turismo. Neste trabalho elaborado a partir de conceitos e idéias retirados do livro prática de ensino e aprendizagem de Inglês com foco na autonomia - mas precisamente capitulo escrito pela Mestra Luciana Fiuza Sousa onde a autora discute, avalia e reflete conceitos sobre o ensino de vocabulário- iremos apresentar suas idéias e demonstrar de forma prática e objetiva.
A idéia principal e apresentar a educandos novos conceitos e “Um novo olhar sobre o ensino de vocabulário", através de sugestões  que devem ser usadas no dia-a-dia, incentivando o seu aluno a: 

* Ler (esta é a maneira mais eficiente de adquirir palavras novas); 
* Usar a palavra que aprendeu. Ao usar apalavra várias vezes você a memoriza mais facilmente;
* Aprenda a usar o dicionário;
* Aprender certo número de palavras por dia (três já é o suficiente);
* Mas não se esquecer de usar para facilitar a memorização;   
* Fazer esquemas de palavras (pensar em uma palavra e tente se lembrar de outras relacionadas a ela);

 A proposta apresentada é com idéias fáceis de por em prática eexemplificações, facilitar o ensino aprendizagem do educando.

“Prática de Ensino e Aprendizagem de Inglês com foco na autonomia.
Um novo olhar sobre o ensino de vocabulário.”

(Vera Fiuza de Sousa)

  Vera Fiuza de Sousa discute o ensino de vocabulário em língua inglesa em nossas escolas, apresenta os principais problemas tais como o professor limitar o ensino de vocabulário as palavrasde um determinado texto trabalhado em sala de aula.

A autora nos faz refletir sobre como aprendemos novas palavras, quais palavras aprendemos com facilidade, quais palavras acreditamos ser importantes para nossos alunos aprenderem, como ensinamos, se a cada aula priorizamos o ensino e aquisição de novas palavras, e se nos preocupamos em rever o conteúdo ensinado.

Tais reflexões sãoessências para o ensino-aprendizagem de nossos alunos, o aprendiz comete erros básicos, a autora exemplifica o turista que pede açúcar para a salada ao invés de sal. O ensino de vocabulário é a parte central da língua, a sugestão é trabalhar o Maximo possível de vocabulário e sempre revê-los a fim de evitar o esquecimento.
 

Como aprendemos?
 Não conseguimos aprender uma língua estrangeirase tivermos pouco contato, para o aprendizado ocorrer devemos nos expor a língua ao Maximo possível. Daí, então, algumas sugestões apresentadas pela autora de como internalizar a aquisição de vocabulário:
* Usar dicionário;
* Criar diagramas para visualizar melhor as relações entre as palavras;
* Associar às palavras e expressões;
* Agrupar expressões de acordo com o seu padrão...
tracking img