Limites e possibilidades do uso da fenomenologia no serviço social

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4214 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1-INTRODUÇÃO
Na história da filosofia, a fenomenologia tem três significados especiais. Na segunda metade do século XVIII, era sinônimo de “teoria das aparências”. Com Hegel, a fenomenologia era considerada uma espécie de lógica do conteúdo e uma introdução à filosofia, história das fases sucessivas, das aproximações e das oposições pelas quais o espírito se eleva da sensação indivivual àrazão universal. Mas, foi com Husserl que a palavra fenomenologia ganhou, nas primeiras décadas do século XX, o significado de que hoje se reveste. A fenomenologia husserliana é uma meditação sobre o conhecimento. De acordo com a Barsa (2002, p. 228), “Considera que aquilo que é dado à consciência é o fenômeno. Esse fenômeno só aparece numa consciência.”
A história do termo pode, no entanto, sermais esclarecedora do que sua mera etimologia, se pelo menos admitimos que a fenomenologia representa um momento não desprezível da história da filosofia. O primeiro texto em que figura este termo é o Novo órganon de J. H. Lambert, discípulo livre de Christian Wolff, que entende por fenomenologia a teoria da ilusão sob suas diferentes formas. É talvez sob a influência de Lambert que Kant retoma porsua vez o termo; ele o utiliza, em todo caso, em 1770 numa carta a Lambert onde o que chama “phaenomenologia generalis” designa a disciplina propedêutica que deve, segundo ele, preceder a metafísica.
O verdadeiro fundador da fenomenologia no sentido moderno foi Edmund Husserl, que deu um conteúdo novo a uma palavra já antiga. Segundo Dartigues (2005, p. 11), “Husserl procura substituir umafenomenologia limitada por uma ontologia impossível”. Edmund Husserl pretendia conferir à filosofia o caráter de disciplina científica que toma por objeto o fenômeno tal como aparece na consciência. Neste trabalho nos limitaremos, portanto, à ideia da fenomenologia tal como Husserl a elaborou e como se desenvolveu após ele e sob sua inspiração.

2-CONCEITO
A fenomenologia, etimologicamente, éo estudo do fenômeno. Segundo Triviños (1928, p. 43), “A fenomenologia é o estudo das essências, e todos os problemas tornam a definir essências: a essência da percepção, a essência da consciência, por exemplo”. De acordo com a Barsa (2002, p. 228), “É o estudo dos fenômenos em si mesmos, independentemente dos condicionamentos exteriores a eles, cuja finalidade é apreender sua essência”. Aindasegundo a Nova Enciclopédia Barsa:
A fenomenologia é, portanto, uma descrição daquilo que se mostra por si mesmo, de acordo com o “princípio dos princípios”: toda intuição primordial é fonte legítima de conhecimento. Situa-se como anterior a toda crença e juízo e despreza todo e qualquer pressuposto: mundo natural, senso comum, proposição científica ou experiência psicológica. (BARSA,2002, p. 228).
A fenomenologia, portanto, baseia-se no conceito de fenômeno (aquilo que é percebido pela consciência) para investigar a vida perceptiva: como a percepção torna possível a consciência dos objetos do mundo; como atos subjetivos, o juízo e a memória, por exemplo, podem ser examinadas por uma faculdade superior da própria consciência, chamada de eu transcendental, responsável pelasíntese que torna possível a apreensão de objetos. Segundo Edmund Husserl (1859-1938), a fenomenologia é um sistemam que toma por objeto de estudo o fenômeno tal como aparece na consciência , usando de uma meditação sobre conhecimento considerando que aquilo que é dado à consciência é o fenômeno, ou seja, é o objeto do conhecimento imediato, este objeto imediato ou fenômeno só aparece em uma únicaconsciência, sendo assim somente se questionará esta consciência em especial pois esta é a única maneira de se adquirir dados precisos deste fenômeno deixando de lado tudo que está no exterior.
A fenomenologia mostra as diversas aparências que a consciência percebe os objetos e como eles lhe aparecem, e, o que sua presença supõe. A fenomenologia é a descrição de todos os fenômenos, ou eidos ou...
tracking img