Filo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5386 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
(Modelo de introdução)


Manter o passo firme, o pensamento focado, a mente aberta a novas formas de entender o mundo, o olhar no passado, tentando compreender o presente e projetar o futuro. É com esta visão que agora inicio a redigir o meu “segundo passo”, rumo a conclusão de uma licenciatura em Letras, pela faculdade Caverna. Já conheço o colégio no qual irei observar as aulas, já mantivecontato com a maioria dos professores, resta entregar-me ao estudo da literatura, poder perceber seus ensinamentos, às vezes sutis, junto com as aulas de Língua Portuguesa, como geralmente acontece nas séries do ensino fundamental. Outras vezes como uma aventura na história com seus períodos e suas mais belas expressões gravadas em livros imortais que ficarão para sempre registrados em minhamemória como marcas inesquecíveis de belos momentos. Porem tentarei, não perder a minha capacidade critica/criativa de pensar, e sobre os conhecimentos existentes, reformular novas idéias, surgidas da reflexão e da constatação de que o único motivo de estarmos aqui é fazer as coisas que nos deixam felizes. Serei fiel aos fatos, deixarei aqui minhas mais sinceras impressões e continuarei a caminhar naescada que me levará a conclusão de um antigo objetivo, que é tornar-me um bom professor.






(corpo to trabalho, o assunto é solicitado pela facul)
LIVRO PINÓQUIO ÀS AVESSAS, CRÍTICAS SOBRE A MANEIRA DE ENSINAR.

O que você quer ser quando crescer? Quem já não ouviu (ou leu) esta pergunta antes? Poderíamos dar várias respostas, com certeza cada uma com sua razão, cada uma com seu sentidoidiossincrático, mas no fundo de cada resposta diferente, estaria subentendido a mesma verdade: Quando eu crescer, quero ser feliz.
No livro, Pinóquio às avessas, O filósofo Rubem Alves, de forma contundente critica a falta de sensibilidade do sistema educacional ao negar aos estudantes o direito a realizarem seus sonhos ao crescerem, ou seja, do ponto de vista do autor a escola, da forma que éensinada hoje transforma “crianças que brincam em adultos que trabalham” sem necessariamente se preocuparem com as diferenças de habilidades de cada ser humano.
O pedagogo rejeita a escola “formatada”, que ensina o que não faz sentido para a vida e que tem como principal objetivo preparar o aluno para passar no vestibular, esta concepção de educação mercantilista, patrocinada pelos governoscapitalistas que no final da historia querem mesmo é preparar operários para as mais diferentes formas de gerar riquezas, não se preocupando com o lado individual de cada ser humano. Como conseqüência disso geram pessoas “de sucesso”, que no fundo convivem com a frustração de não serem felizes, por não terem seguido seus sentimentos mais íntimos, que foram “podados” pelo sistema educacional.
Éimportante destacar, porém que, o mestre não concentra suas críticas nas instituições escolares, ele distribui a “culpa” por toda a sociedade, partindo dos “pais” que não aceitando suas limitações em responderem perguntas inesperadas, para as quais nem foram preparados, nem refletiram sobre o assunto, “passam” a responsabilidade à escola, que por sua fez, não respondem e tratam de “enquadrarem” ascrianças às normas rígidas do sistema previamente elaborado por “especialistas” em transformarem as curiosidades infantis, em acomodação de adultos.
Diante desta educação perfeita para o capitalismo, produtora de “excelentes” profissionais, com destacados diplomas e inspirando-me no mestre Rubem Alves, eu inverto a pergunta do inicio do texto, agora feita pela criança ao adulto: O que você vai me deixarser quando eu crescer? Um pai zeloso dará uma boa resposta, mas no intimo saberá que a resposta certa é: Um boneco do capitalismo.
RUBEM ALVES: EXISTE OUTRA FORMA PARA ENSINAR.
A escola tradicional não esta preocupada com os desejos e potenciais de seus alunos, o objetivo dela é formar pessoas para o mercado de trabalho. Esta é a constatação que Rubem Alves faz, logo no início de seu livro,...
tracking img