Prost, antoine. ”como o historia faz o historiador?”. revista do programa de pós-graduação em história da universidade federal do rio grande do sul, v8,n14 dez,2000 07 a 21p.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1020 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 26 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Universidade Federal do Estado do Rio De Janeiro
Centro de Ciências Humanas e Sociais – CCH

Licenciatura em História - EAD
Unirio/Cederj






Disciplina: Teoria da História






Curso: História |



Prost, Antoine. ”Como o historia faz o historiador?”. Revista do Programa dePós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, v8,n14 Dez,2000 07 a 21p.

Resumo


Exemplar da ultima aula dada aos alunos de Sorbonne, o texto do professor Antoine Prost, longe de ser um testemunho de um professor em fim
de carreira, é uma conclusão e extensão da obra . Prost propõe uma análise dos impactos do oficio do historiador na vida profissional e cultural dosque se ocupam de tal tarefa, ou seja, da influência de seu oficio à sua personalidade.

Citações

1-A História consentimento ao tempo

“A primeira lição da historia, aquelas que os historiadores aprendem mesmo sem se dar conta, é a que as coisas têm um começo, meio e fim. (pág. 8)

“O historiador se move como que naturalmente em uma temporalidade que elerecorta em períodos que ele reconstitui ao seu gosto (...).” (pág.8)


“O historiador sabe que existem momentos oportunos e outros que o são menos, que de nada serve ter certeza demasiadamente cedo e uma vez o momento passado, as ocasiões perdidas não se apresentam mais.” (pág. 8)


“Inscrevendo o presente na continuidade do passado, elaclama a pesquisar simultaneamente neste presente a premissas de um futuro cuja trajetória deve ser identificável (...)” (pág.9)


“A passagem de uma temporalidade continua para uma descontinua é ela mesma um fenômeno histórico(...).”(pág. 9)


2-Dever de história

“Todo cuidado é pouco, de fato, em relação às novas abordagens da história.”
(pág.10)


“A historia é a construção de uma narrativa que dá coerência aos fatos em seu encadeamento, e por isso cria sentido e dáinteligibilidade.” (pág. 10)


“A história, ao contrario,escreveu Lucien Febvre em um texto célebre, “é um chamado a não deixar aniquilar por esta acumulação desumana de fatos herdados.”
(pág11)


“A história está do lado do conhecimento, do saber; ela é um colocar-se adistância, racionalização, vontade de compreender e de explicar.”
(pág11)
3-A História, escola de civismo.

“A historia consiste em cultivar a lembrança de um passado carregado de ressentimentos ou de identidades que separam irremediavelmente; ela se esforça para compreender oque se passou e por que aquilo se passou.”
(pág13)

“(...) o historiador percorre o tempo e se interroga antes sobre as conseqüências do que sobre as causas.” (pag13)


“Para explicara historia, o historiador é conduzido a identificar as causas e condições múltiplas, a hierarquizá-las, a avaliá-las de alguma forma.” (pág.14)


4-A responsabilidade sob coação
“A o examinar mais atentamente o peso das causas, que é o cotidiano do oficio do historiador, ordena-se-lhes com freqüência em função de um critério decisivo: a apreensão que os atores podem ter das...
tracking img