Libras

ORALISMO COMUNICAÇÃO TOTAL BILINGÜISMO
De acordo com Goldfield (1997) o Oralismo ou filosofia oralista visa à integração da criança com surdez na comunidade de ouvintes, dando-lhe condições dedesenvolver a língua oral; Segundo Ciccone (1990), os profissionais que defendem a Comunicação Total concebem o surdo de forma diferente dos oralistas; É uma filosofia que vem ganhando força na últimadécada principalmente no âmbito nacional.
Para Goldfield, o Oralismo concebe a surdez como uma deficiência que deve ser minimizada por meio da estimulação auditiva que possibilitaria a aprendizagem dalíngua portuguesa e levaria a criança surda a integrar-se na comunidade ouvinte; Diferentemente do Oralismo, a Comunicação Total acredita que o aprendizado da língua oral não assegura o plenodesenvolvimento da criança surda.
Parte do princípio que o surdo deve adquirir como sua primeira língua, a língua de sinais com a comunidade surda;
A educação oral requer um esforço total por parte dacriança, da família e da escola; Ciccone (1990) demonstrou que muitas crianças que foram expostas sistematicamente à modalidade oral de uma língua, antes dos três anos de idade, conseguiram aprenderestá língua, mas, no desenvolvimento cognitivo, social e emocional, não foram bem sucedidas. Contrapõe-se às propostas da Comunicação Total uma vez que não privilegia a estrutura da língua oral sobre aLíngua de Sinais.

Envolvimento e dedicação das pessoas que convivem com a criança no trabalho de reabilitação todas as horas do dia e todos os dias do ano; a Comunicação Total defende a utilização dequalquer recurso linguístico, seja a língua de sinais, a linguagem oral ou códigos a comunicação com as pessoas com surdez manuais, para propiciar De acordo com Brito (1993) no bilingüismo a línguade sinais é considerada uma importante via para o desenvolvimento do surdo, em todas as esferas de conhecimento:

Início da reabilitação o mais precocemente possível, ou seja, deve começar...
tracking img