Leitura e escrita

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1604 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 1 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO AMAZONAS
CENTRO DE ESTUDOS SUPERIORES DE PARINTINS
CURSO DE LICENCIATURA PLENA EM QUÍMICA

ARTIGO CIENTÍFICO

Parintins
2010

VALDENOR DOS SANTOS ROCHA

LEITURA E ESCRITA: FATORES QUE INTERFEREM NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS DAS SÉRIES INICIEAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

Trabalho apresentado a Universidade do Estado doAmazonas, para obtenção de notas parciais na disciplina Comunicação e Expressão, ministrado pela Profª. Maria Celeste de Souza Cardoso.

Parintins
2010
LEITURA E ESCRITA: FATORES QUE INTERFEREM NA APRENDIZAGEM DOS ALUNOS DAS SÉRIES INICIAIS DO ENSINO FUNDAMENTAL

RESUMO
A escrita está tão ligada ao nosso cotidiano que não nos damos conta, ou paramos para pensar o que ela é como se estruturae organiza. É comum dizer que o alfabetizado que sabe expressar um pensamento oralmente saberá também escrevê-lo. No entanto, a escrita tem configurações e características diferenciadas da oralidade. Falar de fatores que interferem na aprendizagem de alunos de séries iniciais do ensino fundamental é sem dúvida muito desafiante, quando queremos tratar a questão de alfabetização do ensino daleitura e escrita. Neste documento, alguns fatores serão comentados para que o público analisado seja pertinente para os leitores deste artigo, isso quando se trata de interferências do aprendizado. Sugestões serão apresentadas para que as entidades educativas, governamentais e a comunidade em geral tomem conhecimento da problemática. Desta forma, mesmo na teoria esses fatores são reais no âmbitoescolar, mesmo quanto à escrita ou leitura não se configure como raiz do problema que afeta a profissão de muitos profissionais da educação, o seu conhecimento, o desenvolvimento de cognições superiores, necessárias em qualquer campo de atuação. Como também aos alunos no processo de alfabetização onde tudo se inicia.

Palavras-chave: leitura, escrita e fatores que interferem no aprendizado

Valdenordos Santos Rocha[1]
Maria Celeste de Souza Cardoso[2]

INTRODUÇÃO

Sabe-se que o ato de falar é a comunicação entre os seres humanos dotados de linguagens próprias. Empregado na intercomunicação social para expressar, comunicar idéias de sentimentos, isto é, conteúdo da consciência. Por exemplo, uma criança de zero ano de idade consegue somente fazer a leitura do próprio convívio,esta por sua vez é a comunicação inicial do processo de fazer leitura do mundo em que vive, assim como o adolescente, também o adulto. O ato de ler é uma técnica que envolve não somente o ensinar, mas um exercício contínuo.
Segundo Freire (2008, p.11) o ato de ler é um “processo que envolve uma compreensão pura da palavra escrita ou linguagem escrita, mas que se antecipa, alonga-se nainteligência do mundo”. Assim, tanto a palavra escrita, como a linguagem escrita depende da técnica de ensinar o sujeito ao conhecimento de sistemas signos e símbolos lingüísticos, que precisam anos de práticas para fazer das linguagens tipos de escrita e leitura. Não podemos parar de esclarecer ou entender códigos lingüísticos, onde vai muito além, por exemplo, a leitura de mundo que se precede a leiturada palavra, posteriormente a mesma não passa precedida da continuidade de outros.
Segundo Vygotsky 1991 apud Castelo-Pereira (2005, p. 23) “a escrita é a função lingüística que exige alto nível de abstração, porque é uma fala apenas imaginada, que exige a simbolização de imagem sonora por meios de signos escritos isto é, um segundo grau de representação simbólica”.
Podemos tambémconceituar que a leitura no século atual de modo geral, é um método de alfabetização, dividindo-se em dois diferentes procedimentos, o primeiro envolvendo as unidades da língua como: letra, som e sílaba, o segundo é mais analítico que envolve as palavras, as frases ou textos.
Voltando ao exemplo anterior, a criança na fase escolar, passa ter acesso a educação, essa criança agora começa...
tracking img