Leitura e escrita

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2110 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Leitura e escrita são tarefas da escola e não só do professor de português
Paulo Coimbra Guedes Jane Mari de Souza

A tarefa de ensinar a ler e a escrever um texto de história é do professor de história e não do professor de português. A tarefa de ensinar a ler e a escrever um texto de ciências é do professor de ciências e não do professor de português. A tarefa de ensinar a ler e a escreverum texto de matemática é do professor de matemática e não do professor de português. A tarefa de ensinar a ler e a escrever um texto de geografia é do professor de geografia e não do professor de português. A tarefa de ensinar a ler e a escrever um texto de educação física é do professor de educação física e não do professor de português. A tarefa do professor de português é ensinar a ler aliteratura brasileira.
Ler e escrever são tarefas da escola, questões para todas as áreas, uma vez que são habilidades indispensáveis para a formação de um estudante, que é responsabilidade da escola. Ensinar é dar condições ao aluno para que ele se aproprie do conhecimento historicamente construído e se insira nessa construção como produtor de conhecimento. Ensinar é ensinar a ler para que o alunose torne capaz dessa apropriação, pois o conhecimento acumulado está escrito em livros, revistas, jornais, relatórios, arquivos. Ensinar é ensinar a escrever porque a reflexão sobre a produção de conhecimento se expressa por escrito.
Numa primeira instância, ensinar a ler e escrever é alfabetizar, levar o aluno ao domínio do código escrito. E já aqui é preciso rever a crença de que aoalfabetizar-se o aluno não está propriamente aprendendo uma língua, mas apenas transpondo a língua que já fala para um outro código. Isso não é verdade para nós, aqui no Brasil. Os estudos de nossa língua falada, levados a efeito por vários pesquisadores, entre eles um grande grupo de lingüistas de todo o Brasil reunidos no Projeto de Gramática do Português Falado, estão mostrando não só que há umagrande variação lingüística (geográfica e social) interna no País - ao contrário do que sempre disse o mito da unidade lingüística brasileira -, mas também que a língua que falamos difere muito da língua falada em Portugal, a qual deu origem ao português escrito. Na verdade, hoje podemos dizer que falamos uma língua e temos de aprender a ler e escrever em outra língua.
E esse novo saber que aciência da linguagem nos proporciona faz duas revelações de transcendental importância a nosso respeito:
a) nós, de fato, falamos muito maio português, não porque sejamos estúpidos, incompetentes, vagabundos, desleixados, incapazes, como sempre tentaram nos fazer crer, mas porque falamos - muito bem, tão bem quanto qualquer outro povo do mundo - uma outra língua, parecida com o português, com a qualsomos capazes de dar conta de nossas necessidades expressivas;
b) nós falamos uma língua apenas parecida com o português e, por razões de política cultural, temos de aprender a ler e escrever em português. Por que são tão importantes essas revelações? Porque, em primeiro lugar, podemos deixar de nos culpar por não termos aprendido a ler e escrever direito na escola, pois a escola tentouensinar-nos a ler e escrever em português como se fôssemos falantes de uma língua cujas frases têm sujeito e predicado, cujos pronomes pessoais mudam de forma conforme a função sintática que exercem na frase, com desinências verbais próprias para as segundas e as terceiras pessoas, cujos futuros são simples e em que o adjetivo concorda com o substantivo. Como a língua que falamos' não tem nada disso,agora podemos pôr a culpa na escola, que não nos ensinou direito e nos culpou por não termos aprendido.
Em segundo lugar, porque podemos, agora, começar a pensar num modo mais adequado de ensinar a ler e escrever nessa língua que não falamos, nessa língua apenas parecida com a língua que falamos, nessa língua estrangeira. E aí está um rumo: o aprendizado de uma língua estrangeira começa pela...
tracking img