Kjhbilugiugiu

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1056 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
No inicio dos anos 70, após um período de mais de 25 anos de crescimento, inicio-se uma profunda crise nas economias dos países capitalistas centrais, que se expressou, sobretudo,na aceleração das taxas de inflação, na redução da produtividade e dos níveis de crescimento,na elevação dos déficits públicos e no aumento do desemprego. Era o esgotamento de um padrão de desenvolvimento capitalista,que surgiu na industria automobilística nos EUA e se expandiu,no pós-guerra, para a Europa,qual seja :o fordismo.Desse modo a crise do fordismo originou-se e desenvolveu-se tanto por razoes internas quanto externas a cada pais,tanto no nível microeconômico quanto ao macro,tanto na esfera produtiva quanto na orbita comercial e financeira das economias.a queda dos níveis de investimento,da atividadeprodutiva e do emprego,a crise fiscal do Estado e a aceleração da inflação se entrelaçaram,expressando a varias dimensões do problema.
Os processos de reestruturação produtiva(iniciado nos ano 70)e de globalização(a partir dos anos 80),sob inspiração e hegemonia do grande capital transnacional,de instituições multilaterais e dos governos das grandes potencias, se constituem numa resposta a crisedo fordismo,A doutrina neoliberal,por sua vez,ressurgindo do ostracismo e chegando ao poder em 1979 e 1980,respectivamente,na Inglaterra e nos Estados Unidos,se apresenta como a ideologia mais adequada do capitalismo contemporâneo,originados nos países desenvolvidos.
A reestruturação produtiva, fenômeno que de desenrola essencialmente na orbita microeconômica, diz respeito astransformações estruturais no âmbito da produção e do trabalho,e pode ser vista sob dois aspectos.No primeiro,a partir de uma ótica setorial,ela se expressa na reorganização e reconversão de setores industriais,que se caracterizam pela realização de grandes investimentos nos setores industriais,que se caracterizam pela realização de grandes investimentos nos setores de ponta e pelo declínio de setorestradicionais.E no segundo,tendo por referencia o processo de trabalho,ela se concretiza na adoção de um novo paradigma tecnológico e organizacional, com a introdução,por um lado,de novas tecnologias de base microeletrônica e,por outro , a introdução de novos pra does de gestão/organização do trabalho;acompanhados por um processo de individualização das relações estabelecidas entre capital/trabalho,com oconsequente enfraquecimento dos sindicatos.
No Brasil, o processo de reestruturação produtiva iniciou-se timidamenteja na segunda metade da década e 80,acelerando-se rapidamente a partir dos anos 90,quando da abertura economia implementada pelo Governo Collor.Centrado principalmente na adoção de novas formas de gestão/organização da produção,esse processo vem se aprofundando maisrecentemente,com a política de estabilização consubstanciada no Plano Real,com a subvalorização do dólar frente ao real e uma grande facilidade para importação,que vem exigindo das empresas transformações em ritmo acelerado e associações com capitais estrangeiros,para poderem sobreviver.
Por fim, no plano do conjunto do sistema econômico,o processo de reestruturação produtiva se constituiu num doselementos determinantes do processo de globalização,uma vez que o crescimento da produtividade exige a ampliação/globalização dos mercados,ao mesmo tempo em que se difunde com este,ao determinar,através da competição,transformações nas estruturas produtivas das mais diversas regiões do mundo.Adicionalmente,o mesmo desenvolve, do ponto de vista tecnológico,os meios materiais que permitem oaprofundamento do processo de globalização e assim, a sua própria generalização,um grande exemplo de projeto para desenvolvimento econômico regional é o idene.
O idene foi à primeira secretária estadual de caráter territorial, que se mobiliza a partir da identidade cultural de cada região, atuando juntamente com as demais Secretárias Temáticas do Estado, visam reduzir as desigualdades...
tracking img