Kenneth frampton

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4001 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CAPITULO 1 TRANSFORMAÇÕES CULTURAIS: A ARQUITETURA NEOCLÁSSICA, 1750-1900
O sistema barroco havia funcionado como uma espécie de dupla intersecção. Contratara frequentemente com jardins racionalizados, fachadas decoradas com motivos vegetais. O reino do homem e o reino da natureza. Intercambiam suas características, fundindo-se um no outro em beneficio da ornamentação e do prestígio. Por suavez, o parque de “estilo inglês”; era destinado a oferecer intencionalidade à natureza, isolando claramente a presença da razão humana no meio dos domínios irracionais da vegetação que cresce livremente. A interpretação barroca de homem e natureza era substituída agora por uma separação, estabelecendo a distancia entre homem e natureza, pré requisito da contemplação nostálgica.
Enquanto aexploração técnica tendia a declarar guerra à natureza, as casas e parques tentavam uma reconciliação, introduzindo o sonho de uma paz impossível, e para tanto o homem continuou a conservar a imagem de um entorno natural intocado.
A arquitetura do neoclassicismo parece ter surgido de duas evoluções diferentes, mas inter-relacionadas, que transformaram radicalmente a relação entre o homem e a natureza. Aprimeira foi um súbito aumento da capacidade humana de exercer controle sobre a natureza.
A segunda foi uma mudança fundamental na natureza da consciência humana, em resposta às grandes transformações que ocorriam na sociedade e que deram origem a uma nova formação cultural igualmente apropriada aos estilos de vida da aristocracia decadente e da burguesia ascendente. As mudanças tecnológicaslevavam a uma nova infra-estrutura e à exploração de uma maior capacidade produtiva, a mudança da consciência humana produzia novas categorias de conhecimento, reflexivo o bastante para questionar sua própria identidade.

PAG 4

Os arquitectos do século XVIII, conscientes da natureza emergente e instável de sua época,a buscar um estilo autentico por meio de uma reavaliação precisa da antiguidade.Não era simplesmente copiar os antigos, mas obedecer aos princípios em que a obra destes se baseara. A pesquisa arqueológica que se desenvolveu a partir de esse impulso logo levou a uma grande controversa: em qual das quatro culturas mediterrânicas egípcia, etrusca, grega ou romana deviam procurar o estilo autentico?. De Roma a estudar em sua periferia as culturas em que, de acordo com vitruvio,a arquitetura romana se baseava.
Foi a promoção pro Le Roy da arquitetura grega como origem do “estilo autêntico”.
Na Inglaterra, o impulso no sentido de redimir os excessos do Barroco encontra sua primeira expressão no Palladianismo, iniciado pelo conde de Burlington.
PAG 5
Em fins da década de 1750, porém, os britânicos ja buscavam assiduamente instruir-se na própria Roma, onde, entre1750 e 1765, os principais expoentes do neoclassicismo estão residindo, do pro-romano e pro-etrusco piranesi aos pro-gregos Winckelmann e Le Roy.
O desenvolvimento final do neoclassicismo britanico produziu-se primeiramente na obra do discipulo de Dnace, John Soane, que sintetizou as varias influencias derivadas de Piranesi, Adam, Dance, e mesmo do Barroco inglês. A causa do revival grego era entãopopularizada por Thomas Hope, cuja obra forneceu uma versão britanica do Estilo Império napoleônico.
Nada poderia estar mais distante da experiência britânica do que o desenvolvimento teórico que acompanhou o florescimento do necolcassicismo na França, Uma consciência precoce da relatividade cultural induziu Claude Perrault a questionar a validade das proporções vitruvianas do modo como elasforam recebidas e apuradas pela teoria clássica, ele elaborou sua tese de beleza positiva e beleza arbitrária, dando à primeira o papel normativo de padronização e perfeição, e à última a função expressiva que possa ser requerida por uma circunstância ou uma característica especial.
Essa constestação da ortodoxia vitruviana foi codificada pelo abade de Cordemoy em seu “Novo tratado de toda a...
tracking img