Kaizen e qualidade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1558 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Logística
MULTILOG

Armazém da Multilog: estudos para evitar gargalos

Estratégia competitiva
SENAI faz parceria com instituição alemã para repassar às empresas soluções em gestão de logística
JOSÉ PAULO LACERDA

E

m busca de maior competitividade e rentabilidade dos negócios, as empresas têm reordenado processos industriais e de serviços terceirizando partes de suas atividades:redução de estoques, de tempo de produção e entrega de produtos; implantação de sistemas de produção por demanda; e adoção de tecnologias de informação e comunicação para aumentar a produtividade, entre outras medidas. Essas mudanças, ao mesmo tempo em que estreitam os vínculos entre os vários segmentos da cadeia de suprimentos, exigem investimentos pesados em processos cada vez mais sofisticados ecomplexos de logística. “O planejamento das operações passou a exigir uma estrutura diferenciada, dotada de recursos humanos

e técnicos em condições de atender às necessidades e expectativas dos clientes”, afirma o gerente de Serviços Técnicos e Tecnológicos da Unidade de Tecnologia Industrial (Unitec), do SENAI Nacional, Sérgio Luiz Motta.

Cadeia de suprimentos

Apesar de a logística pautarpraticamente todas as atividades empresariais, o seu conceito ainda não é bem compreendido no mundo dos negócios. “A logística é muito mais do que o transporte de mercadorias”, sublinha Motta. Na definição do Council of Logistics Management, dos Estados Unidos, “é a parcela do processo da cadeia de suprimentos que planeja, implanta e controla o fluxo eficiente e eficaz de maté-

MARCUS BARROSPINTO

Motta: preparação de professores em marketing estratégico
Janeiro 2008 -



Logística
rias-primas, estoques e processos, produtos acabados e informações relacionadas, desde seu ponto de origem até o ponto de consumo, com o propósito de atender aos requisitos dos clientes”. A falta de planejamento, de controle e as dificuldades de gestão da cadeia de suprimentos contribuem para que, noBrasil, os custos com logística representem mais de 12% do Produto Interno Bruto (PIB), contra 8% nos Estados Unidos, segundo o Centro de Estudos em Logística, do Instituto de Pós-Graduação em Administração da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Para as empresas, esse custo se traduz num gasto médio de R$ 0,12 sobre cada real faturado, sobretudo nas áreas de transportes e armazenamento doproduto. A redução desse gasto dependerá da disposição da empresa de modernizar a gestão. “Faltam, no entanto, profissionais capacitados”, afirma Samuel Marcos dos Santos, coordenador de Operações e Projetos da Multilog – empresa de soluções logísticas com atuação na Estação Aduaneira Interior, mais conhecida como porto seco, nas imediações do Porto de Itajaí, em Santa Catarina – e professor deLogística, Compras, Administração de Materiais e Patrimoniais e Transporte e Seguros na Universidade da Região de Joinville (Univille). Para reverter esse quadro, a Unitec desenvolve um programa de gestão em logística (PSGL) em parceria com o Instituto Fraunhofer IML (da sigla Instituto de Fluxo de Massa e Logística), da Alemanha, e com os seus departamentos regionais da Bahia, Espírito Santo, Maranhão,Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. “Vamos implantar laboratórios para prestação de serviços, lançar cursos técnicos e capacitar consultores e professores também em marketing estratégico”, adianta Motta, responsável pela coordenação do programa. Serão também adquiridos softwares simuladores, para o gerenciamento logístico e equipamentos, visando àprestação de serviços técnicos e tecnológicos e à formação de especialistas. Está prevista a realização de missão internacional à Alemanha, com a participação de técnicos do SENAI e de empresas no maior evento internacional de logística, o CeMAT, em maio próximo, na cidade de Hannover.
JOSÉ PAULO LACERDA

Armazenamento de produtos representa gasto médio de R$ 0,12 sobre cada real faturado...
tracking img