Inversores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 18 (4260 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO:


Vamos aqui abordar sobre o inversor de freqüência, que é um dispositivo capaz de gerar uma tensão de baixo custo, que obtêm a finalidade de controlar a velocidade de um motor de indução trifásico, o que acaba gerando uma grande economia de energias.
O seguinte trabalho apresenta desde como se desenvolve o inversor, começando pela primeira etapa de um circuitotrifásico, explicando também sobre o circuito monofásico, como é sua instalação, seu funcionamento, quais cuidados obter, o dimensionamento, quais inversores existem, como ele é por dentro e até mesmo sobre sua parametrização (que é o qual informa ao inversor a condição de trabalho que irá operar).
A pesquisa para esse trabalho foi realizada através de livros e pesquisas na Internet, para sabermais informações sobre esse tema, basta ler o seguinte.















INVERSORES DE FREQUÊNCIA

A função do inversor de freqüência é a mesma do conversor CC, isto é, regular a velocidade de um motor elétrico mantendo seu torque (conjugado).
A diferença agora é o tipo de motor utilizado. Os inversores de freqüência foram desenvolvidos para trabalhar com motores AC.
O motor ACtem uma série de vantagens sobre o DC:
- Baixa manutenção;
- Ausência de escovas comutadoras;
- Ausência de faiscamento;
- Baixo ruído elétrico;
- Custo inferior;
- Velocidade de rotação superior.
Essas vantagens levaram a indústria a desenvolver um sistema capaz de controlar a potência (velocidade + torque) de um motor AC.
Conforme vemos na fórmula: N = 120.f / P
Onde:
N = rotação emrpm.
f = freqüência da rede, em Hz.
P = número de pólos.
Podemos entender, que a velocidade de rotação de um motor AC depende da freqüência da rede de alimentação. Quanto maior for a freqüência, maior a rotação e vice-versa.
Assumindo que o número de pólos de um motor AC seja fixo (determinado na sua construção), ao variarmos a freqüência de alimentação, variamos na mesma proporçãosua velocidade de rotação.
O inversor de freqüência, portanto, pode ser considerado como uma fonte de tensão alternada de freqüência variável.
Claro que isso é uma aproximação grosseira, porém dá uma idéia pela qual chamamos de acionamento CA, de “inversor de freqüência”.
Os circuitos internos de um inversor são bem diferentes de um acionamento CC (conversor CC).
A figura3. Ilustra um diagrama simplificado dos principais blocos.

A primeira etapa do circuito é formada por uma ponte retificadora (onda completa) trifásica, e dois capacitores de filtro.
Esse circuito forma uma fonte DC simétrica, pois há um ponto de terra de referência. Temos então uma tensão contínua + V/2 (positiva) e uma –V/2 (negativa) em relação à terra, formando o que chamamos de“barramento DC”.
O barramento DC alimenta a segunda etapa, constituída de seis transistores IBGTs e que, através de uma lógica de controle (terceira etapa), “liga e desliga” os transistores de modo alternarem o sentido de corrente que circula pelo motor.
Antes de estudarmos como é possível transformar uma tensão DC em AC, através do chaveamento de transistores em um circuito trifásico, vamos fazer uma“prévia” em um circuito monofásico.
Observem a Figura 4, e notem que a estrutura de um inversor trifásico é praticamente igual ao nosso modelo monofásico. A primeira etapa é o módulo de retificação e filtragem, que gera uma tensão DC fixa (barramento DC) e que alimenta 4 transistores IGBTs. Imaginem agora que o circuito da lógica de controle ligue os transistores 2 a 2 na seguinte ordem: primeirotempo– transistores T1 e T4 ligados, e T3 e T2 desligados.










Nesse caso, a corrente circula no sentido de A para B (fig.5); segundo tempo- transistores T1 e T4 desligados, e T3 e T2 ligados. Nesse caso, a corrente circula no sentido de B para A (fig.6).













Ao inverter-se o sentido de corrente, a tensão na carga (motor) passa a ser...
tracking img