Decartes e a filosofia do cogito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2209 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 10 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Descartes nasceu na França, no final do século XVI, no ano de 1596. Uma época marcada por grandes mudanças no cenário cultural da sociedade européia. Um período em que uma nova visão de mundo superava, aos poucos, a antiga tradição de uma sociedade feudalista, trazendo a tona uma profunda crise cultural. Um tempo marcado por grandes conflitos e incertezas.
O mundo estava em transformação.Grandes eventos determinavam no curso da história, sobretudo pelo impacto de suas repercussões na mentalidade das pessoas nessa época. As descobertas realizadas pelas grandes navegações, desde o início do século XV, por exemplo, mudaram profundamente a concepção das pessoas em relação à própria Terra, sobretudo após a descoberta das Américas. Nesse período, homens como Nicolau Copérnico, Giordano Bruno,Galileu Galilei e Johannes Kepler proporcionaram um modo totalmente novo de considerar o mundo físico e suas implicações por meio da elaboração de suas teorias científicas, conferindo uma nova concepção de universo. Entre outros dos principais eventos, está o desdobramento dos efeitos da Reforma Protestante de Lutero, bem como o consequente abalo da autoridade política da Igreja Católica e acrise da sociedade feudalista, onde a influência da Igreja ainda era muito forte e quando ainda não existia uma tradição de “produção de conhecimento”. Para a sociedade feudal, o conhecimento estava nas mãos da Igreja. A França à época de Descartes é a França de Luís XIII e do Cardeal Richelieu. A política de Richelieu gerou grande progresso para a França, porque atribuiu privilégios e monopólios aosnegociantes e manufatureiros e ampliou o comércio marítimo. Porém a ciência oficial continuava estagnada em torno dos comentários dos antigos (particularmente de Aristóteles) porque este atraso indiretamente interessava ao absolutismo monárquico.
É em meio a essa realidade, envolvida em crises e conflitos, que nasce René Descartes e se desenrola seu trabalho e reflexão. Daí, podemos compreenderas suas obras como resultado de uma intensa e longa reflexão acerca de seu tempo e suas implicações, bem como de um profundo e frutuoso posicionamento em face de suas crises.
Observamos que o século XVII testemunhou uma revolução extremamente abrangente e diversificada da ciência. Até então os filósofos buscavam as respostas no passado, nos trabalhos de Aristóteles e de outros pensadores daAntiguidade, e na Bíblia. As forças que regiam a investigação consistiam no dogma e na autoridade. No século XVII, nova força ganhava importância: o empirismo, isto é, a busca do conhecimento por meio da observação e da experimentação. O conhecimento extraído do passado tornara-se suspeito, dando lugar aos anos dourados iluminados pelas descobertas e percepções científicas que refletiam a mudança nanatureza da investigação científica.
René Descartes está entre os vários estudiosos que marcaram o período, contribuindo diretamente para a história da Filosofia e da Ciência de modo geral. Seu trabalho ajudou a libertar a investigação cientifica do controle rígido das crenças intelectuais e teológicas dos séculos passados. Por isso, para muitos Descartes simboliza a transição científica para a eramoderna.
Com relação ao objetivo do método de Descartes, é importante entendermos, primeiramente que, conforme o próprio Descartes escreve em sua obra O Discurso do Método, a Razão é natural e comum a todos os homens, de modo que a possibilidade do equívoco, bem como a ocorrência do erro e da falsidade vêm na verdade do uso incorreto desta Razão, de sua má aplicação em nosso conhecimento, de suaerrada utilização, portanto. Assim, o objetivo do método de Descartes consiste em encaminhar a Razão num processo que pudesse garantir o seu uso correto, de modo a evitar o erro e conduzir a uma concreta e bem sucedida experiência de apreensão do conhecimento. O método de Descartes é, portanto, um caminho pelo qual se garante o êxito de uma tentativa de conhecimento, de elaboração de uma teoria...
tracking img