Introducao aos roteadores

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4616 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Módulo 2: Introdução aos Roteadores


2.1. Operando o software Cisco IOS


2.1.1. A finalidade do software Cisco IOS

Assim como um computador, um roteador ou switch não pode funcionar sem um sistema operacional. A Cisco chama seu sistema operacional de Internetwork Operating System (Sistema Operacional de Interconexão de Redes) ou IOS. Essa é a tecnologia de software embutida em todos osroteadores da Cisco, sendo também o sistema operacional dos switches da linha Catalyst. Sem um sistema operacional, o hardware não tem qualquer funcionalidade. O Cisco IOS oferece os seguintes serviços de rede:

1. Funções básicas de roteamento e comutação;
2. Acesso confiável e seguro aos recursos da rede;
3. Escalabilidade.


2.1.2. Interface do usuário do roteador

O softwareCisco IOS usa uma interface de linha de comando (CLI) como seu ambiente de console tradicional. O IOS é uma tecnologia central que se estende por quase toda a linha de produtos da Cisco. Seus detalhes de operação podem variar nos diferentes dispositivos de internetworking.

Esse ambiente pode ser acessado através de diversos métodos. Uma maneira de acessar a CLI é através de uma sessão deconsole. Uma console usa uma conexão serial de baixa velocidade diretamente de um computador ou terminal para a porta de console do roteador. Outra maneira de acessar uma sessão da CLI é usando uma conexão discada (dial-up) através de um modem ou de um cabo null-modem conectado à porta AUX do roteador. Nenhum desses métodos requer que o roteador tenha qualquer serviço de rede configurado. Outro métodopara acessar uma sessão CLI é conectar-se via Telnet ao roteador. Para estabelecer uma sessão Telnet com o roteador, pelo menos uma interface do roteador deve estar configurada com um endereço IP e as sessões de terminais virtuais precisam estar configuradas para solicitar o login do usuário e devem ter uma senha associada.

[pic]

1. A interface do usuário de roteador: Uma interface deusuário para um roteador ou switch utiliza um programa de terminal ASCII. A versão mais comumente usada é o programa HyperTerminal do Windows.



2.1.3. Modos da interface do usuário do roteador

A interface de linha de comando (CLI) da Cisco usa uma estrutura hierárquica. Essa estrutura exige a entrada em diferentes modos para realizar determinadas tarefas. Por exemplo, para configurar a interfacede um roteador, o usuário deve entrar no modo Setup de interface. A partir desse modo, todas as configurações inseridas aplicam-se somente a essa interface específica. Cada modo Setup é indicado por um prompt distinto e permite apenas os comandos que sejam adequados a esse modo.

O IOS fornece um serviço de interpretação de comandos conhecido como executivo de comandos (EXEC). Depois que cadacomando é inserido, o EXEC valida e executa o comando.

Como recurso de segurança, o software Cisco IOS separa as sessões EXEC em dois níveis de acesso. Esses níveis são o modo EXEC de usuário e o modo EXEC privilegiado. O modo EXEC privilegiado também é conhecido como modo de ativação. Os recursos do modo EXEC de usuário e do modo EXEC privilegiado são os seguintes:

4. O modo EXEC deusuário permite somente uma quantidade limitada de comandos básicos de monitoramento. Ele geralmente é chamado de modo "somente de visualização". O modo EXEC de usuário não permite nenhum comando que possa alterar a configuração do roteador. O modo EXEC de usuário pode ser identificado pelo prompt ">". [pic]
5. O modo EXEC privilegiado permite acesso a todos os comandos do roteador. Esse modo podeser configurado para que seja exigida uma senha do usuário antes de acessá-lo. Para maior proteção, ele também pode ser configurado para exigir uma identificação do usuário (user ID). Isso permite que somente os usuários autorizados acessem o roteador. Os comandos de configuração e gerenciamento exigem que o administrador da rede esteja no modo EXEC privilegiado. O modo Setup global e outros...
tracking img