Interferencia da arquitetura nos habitos da sociedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1758 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INCIAÇÃO CIENTÍFICA
PROJETO DE PESQUISA





















Índice

1. Introdução
A. Discussão do tema
B. Fundamentação Teórica
C. Relevância

1.1 Problemas de pesquisa

1.2 Objetivos
A. Objetivos Gerais
B. Objetivos específicos

2. Metodologia

3. Bibliografia


















1. IntroduçãoA. Discussão do tema
O tema escolhido diz respeito das mudanças dos hábitos da sociedade e como eles refletem na metamorfose da arquitetura.
A exemplo desses hábitos temos as cozinhas, que em um primeiro momento eram construídas fora das casas, posteriormente passaram a ser o coração da residência, onde as famílias se reuniam e hoje, com a “eletromodernização”, tornaram-se apenas depósito deequipamentos de última geração, para preparo de congelados, devido aos novos hábitos familiares, onde cada indivíduo faz suas refeições em horários diferentes.
Outro hábito que alterou a arquitetura residencial foi o aparecimento dos lavabos, que representa status, e o aumento do número de banheiros integrados aos quartos, que formam as chamadas suítes.
Aparelhos eletrônicos passaram a ser defácil acesso e televisões, por exemplo, são encontradas em grandes quantidades nas moradias, em vários cômodos, sendo que anteriormente só eram encontradas nas salas.
Hoje as pessoas são mais individualizadas, o que fez com que os espaços comuns das habitações diminuíssem.
Focamos esse tema na transformação das moradias (casas e apartamentos) no bairro de Higienópolis, em São Paulo, a partirdos anos 20, quando se inicia o modernismo.
As décadas escolhidas foram essas, pelo fato de serem pouco distantes do tempo atual e pelo modernismo ser muito influente na área escolhida. Foi neste período que começaram a surgir propostas mais ousadas para a arquitetura e foi no bairro de Higienópolis que surgiram as primeiras idéias desse movimento, como cita Maria Celes Torres, em sua tese.
Aclasse escolhida para ser feito o estudo foi à classe média alta, a qual é presente em maior parcela no bairro escolhido, formado basicamente por indivíduos com alto poder aquisitivo.

B. Fundamentação Teórica
William Curtis, em seu livro “Arquitetura Moderna desde 1900”, fala como a política, a economia, a ciência, a arte, a cultura e a religião ajudaram a desenvolver as novas formas depensar as edificações e os ambientes construídos. Ele explica, portanto, a influência das transformações da sociedade sobre a arquitetura do século XX. Esse livro foi selecionado por tratar exatamente do nosso tema de pesquisa, sendo a própria sinopse a explicação da nossa pergunta (Como os hábitos da sociedade influenciam a arquitetura).
Assim como Curtis, Yves Bruand trata da arquiteturacontemporânea do Brasil, como diz o título de seu livro, “Arquitetura Contemporânea no Brasil”.
Alberto Xavier, Carlos Lemos e Eduardo Corona, em “Arquitetura Moderna Paulistana” falam da Arquitetura Moderna na cidade de São Paulo, como surgiu e suas mudanças, o que para a nossa pesquisa é importante, pois se trata da arquitetura especificamente na nossa cidade, da qual vamos nos apoiar na pesquisa.Nestor Goulart Reis Filho, aborda em seu livro “Quadro da Arquitetura Brasileira”, a transformação das residências ocorridas na arquitetura desde as habitações coloniais até as do séc XX.
Denise Antonucci (professora do Mackenzie) aborda em um trecho de sua tese “Higienópolis: formação e transformação" situações, pensamentos e ações do homem, que contribuíram para a evolução e mudança da arquiteturano século XX (modernismo). Essa tese é necessária para entender como ocorreu o processo de mudança e quais foram as mais notáveis nas moradias no modernismo.
Luiz Flávio Gaggetti, em “Características das tipologias arquitetônicas dos edifícios
residenciais no bairro de Higienópolis” analisa as características tipológicas nos edifícios residenciais construídos entre 1938 e 1955, no bairro....
tracking img