Instrumentos utilizados pelos assistentes sociais

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1420 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A DOCUMENTAÇÃO NO COTIDIANO DA INTERVENÇÃO DOS ASSISTENTES SOCIAIS: DIÁRIO DE CAMPO



Ana Claúdia Soares dos Santos


Prof. . Marivone Mendonça Damázio


Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI

Bacharel em Serviço Social (ADG Digita) – ?
24/11/2011




RESUMO


O objetivo desse trabalhoé refletir a atenção para importância da documentação no cotidiano da intervenção profissional e destaca o registro em diário de campo das ações profissionais. Assume-se como pressuposto que a documentação é fundamental no processo de obtenção e análise de dados, pois permite a sistematização da intervenção desenvolvida pelos Assistentes Sociais e estudantes nos processos investigativos sobre arealidade social, os sujeitos e o processo de intervenção profissional, quanto dos orientadores para as suas ações articuladas em diferentes processos de intervenção. O diário de campo, mais do que apenas guardar informações, pode conter reflexões cotidianas que, quando relidas teoricamente, são portadores de avanços tanto no âmbito da intervenção, quanto na teoria.

Palavras-chave:Documentação. Intervenção Profissional. Diário de Campo.

1 INTRODUÇÃO

O presente trabalho procura destacar a importância sobre a documentação cotidiana da intervenção dos Assistentes Sociais com algumas considerações acerca do diário de campo. O que motivou a sua realização foi a constatação da dificuldade dos estudantes de Serviço Social e dos profissionais de realizarem registrosconsistentes sobre a intervenção profissional e a realidade social, de modo a ser obter dados traduzíveis em avanços tanto no momento no qual se analisa a intervenção, procurando estabelecer novas prioridades e reconhecer as demandas, quanto no momento de refletir criticamente a realidade e os processos interventivo, bem como a superação de caráter eminentemente descritivo dos registros realizados. Asreflexões realizadas têm como cenário a preocupação com o debate de uma profissão, cuja dimensão técnico-operativa é definidora de sua própria identidade. Nesse sentido, a documentação não pode ser negligenciada no contexto do exercício profissional, considerando a sua relevância para o processo de conhecimento e sistematização da realidade, do planejamento, da qualificação das ações profissionais,bem como da sua importância ao alicerçar a produção de conhecimento. Desse modo urge a necessidade de incorporá-la no cotidiano profissional, nos mais diferentes momentos do processo interventivo..

Ao procurar traçar algumas considerações sobre o momento de documentação da ação profissional dos Assistentes Sociais, considera-se que o diário de campo apresenta especificidades quandoutilizado em contexto interventivo, ou seja, quando o profissional intervém de alguma forma na realidade. Essa consideração é importante, uma vez que o diário de campo pode ser utilizado em outras situações que requer apenas a descrição do observado, o reconhecimento de um dado contexto ou de uma dada instituição. Quando a atenção voltada para o momento da documentação da intervençãoprofissional, precisa-se, ir além da mera descrição, bem como devem ser adensados a ela novos elementos. Pelas observações efetuadas, o diário de campo tem uma larga utilização entre os Assistentes Sociais e é exigido para os estudantes de Serviço Social que estão em estágio curricular, sua utilização, no entanto, está muito aquém das possibilidades que a produção de um diário de campo pode oferecer para aintervenção profissional. Na maioria das vezes, ele se restringe ao agendamento de tarefas, a observações e relatos pontuais dos atendimentos individuais, ou ainda, à mera descrição da intervenção e da realidade.

2 ENTRE A IMPORTANCIA DA DOCUMENTAÇÃO E A REALIDADE DO EXERCICIO PROFISSIONAL

O principio do qual se parte considera que a marca da contemporaneidade está no papel...
tracking img