Institucionalismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2502 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 8 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SIRLEI RIBEIRO
6º PERÍODO DE PSICOLOGIA

TÍTULO: RESUMO CAPÍTULOS I & II – PSICO-HIGIENE E PSICOLOGIA INSTITUCIONAL – JOSÉ BLEGER

Trabalho apresentado ao curso de Psicologia do Centro Universitário do Triângulo, como requisito parcial para aprovação da disciplina Psicologia Institucional

Orientadora: Professor Kênia Santana

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO TRIÂNGULO
UBERLÂNDIA, 2011RESUMO CAPÍTULO 1 – O PSICÓLOGO CLÍNICO E A HIGIENE MENTAL (p.19-30)
José Bleger analisa no capítulo 1: “O Psicólogo Clínico e a Higiene Mental”, em seu livro, Psico-Higiene e Psicologia Institucional de 1984, a separação do psicólogo clínico da atuação social: ele acredita que como profissionais de psicologia devemos ter uma maior responsabilidade social sempre buscando a psico-higiene. Apsico-higienne busca proporcionar condições para a vida e a saúde nos grupos básicos de interação, como a família, a escola, o trabalho, e as atividades comunitárias.
No contexto geral da explicação de Bleger, podemos entender essa real necessidade quando ele parafraseia Clifford Beers: “Fazer algo pelo doente mental”, ele abre as portas para a elaboração substancial de sua idéia original, além deincitar o agente de saúde mental a fazer algo pelo grupo que apóia.
Há uma critica forte sobre a inércia dos profissionais de psicologia que esperam pelo poder público e pela iniciativa privada. Parafraseando Bleger, “o psicólogo clínico deve tomar as rédeas”, projetos e ações devem e têm que partir dos próprios profissionais, mas mesmo a ação voluntária esbarra em algum momento na burocracia.Prendemos-nos às condições culturais de atuação e a própria constituição do sistema vigente em saúde que convivemos diante a vicissitude de nossa história, Bleger relaciona psicanálise e psiquiatria com a psicologia e cita que os primeiros estão fechados ao sistema da atividade curativa e terapêutica respectivamente enquanto ao segundo, a sua atividade deve relacionar-se a “saúde e a vida”, mas o quepercebemos é que a psicologia acaba bebendo da fonte interventiva.
Toda via, sua busca é prevenir, contudo, promover a remissão das enfermidades, dar a população uma qualidade de vida maior, é educar. Psico-Higiene é a higienização da mente e da mente suas relações conexivas, consigo, com o meio, com o espaço, e com a história. Para Bleger (1984, p.25) “a higiene mental é um ramo da saúdepública e deve ser encarada em concordância com a organização e o nível que esta última tenha alcançado em cada lugar, de tal maneira que não podem se desvincular entre si”.
A questão da “socialização” do psicólogo se dá em três níveis primordiais: a quebra dos paradigmas, a eliminação da burocracia e a procura do apoio externo para viabilizar a ação. No âmbito de sua atuação o profissional deve estarnão só ligado a esses níveis, mas ele deve ter a percepção de que seu saber técnico deve ser diluído as experiências pessoais de cada um.
Trabalhando-se com a Psico-higiene de Bleger corre-se um grande risco: tomamos para nós como profissionais da área da psicologia uma carga grande de problemas, pois agora, estaremos mexendo em um espaço mais amplo, estaremos adentrando as “frustrações sociais”,podemos, concordando com o que este autor defende chegar a extremos, desconsiderar os aspectos reais e transformá-los em um movimento ideológico, o que se torna perigo, pode nos tornar onipresentes e/ou impotentes, ou no fim, vitimados por novos paradigmas.
Segundo a análise de Bleger, o ramo da Psicologia em particular possui várias vertentes, seu leque de atuação é muito amplo, mas aconcentração desses profissionais acaba sendo maior na atuação em consultórios. É preciso quebrar com os paradigmas existentes na nossa cultura profissional que invariavelmente está ligada a um contexto de aculturamento da identidade profissional do outro, muito por nosso gosto próprio, quem sabe pela comodidade que estes sistemas nos trazem.

RESUMO CAPITULO 2 – PSICOLOGIA INSTITUCIONAL (p.31-70)...
tracking img