Inclusao de criancas com nee no ensino regular

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 25 (6058 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
A INCLUSÃO DE ESTUDANTES COM DEFICIÊNCIA, NO ENSINO SUPERIOR[1]
Masini, Elcie[2] A.F.S. – UPM
Bazon, Fernanda[3] V.M. – UPM
GT: Psicologia da Educação / n.20
Agência Financiadora: CNPq


(UPM); delcie@uol.com.brR$33,00, e asetembro!________________________________________________________________________________


Introdução

Inclusão,desde 1998, tem constituído tema de programas de Graduação e Pós-graduação nas Universidades, em Eventos Científicos, na política educacional do governo, nas reivindicações e movimentos a favor da pessoa com deficiência, em publicações e notícias nos meios de comunicação.
A premência de medidas referentes às condições necessárias para inclusão de alunos com deficiências, no ensino regular,tem desencadeado pesquisas sobre a inclusão, sob diferentes perspectivas, tais como: a formação de professores para a proposta de educação inclusiva (CAMEJO, 2000); a reação das mães frente à inclusão de uma criança com deficiência na classe de seu filho (MOLOCHENCO 2003); estudos sobre inclusão do aluno com deficiência na escola regular (SOLÉR, 2003; VOIVODIC, 2003); impactos iniciais dainclusão da criança com deficiência no ensino regular (ANDRETTO, 2001).
Na coordenação de pesquisas, na área da educação de alunos com deficiência visual, realizadas junto ao Laboratório Interunidades de Estudos sobre Deficiências (LIDE) e financiadas pelo CNPq; em assessorias a Serviços de Educação Especial de Secretarias de Educação de cidades do Estado de São Paulo, temos nos deparado com umnúmero crescente de crianças com deficiência visual inseridas em instituições educacionais de ensino regular, no ensino fundamental e médio. Contudo, referente ao ensino superior, com exceção da pesquisa de Mestrado de Delpino (2004) não temos conhecimento de qualquer investigação específica sobre o processo de inclusão de alunos com deficiência no ensino superior.
Esta investigação oferecedepoimentos de alunos com três diferentes tipos de deficiência, sobre suas atividades, participação, significados e sentimentos em seus cursos em instituições de ensino regular. É uma pesquisa realizada junto a 12 estudantes universitários: quatro com deficiência visual, quatro com deficiência auditiva severa e profunda; quatro com paralisia cerebral. Constitui o registro de entrevistas com alunos dediversos cursos e instituições e a análise do que favorece e do que dificulta a inclusão desses alunos.
A relevância desta pesquisa está em: sistematizar informações sobre a qualidade do trabalho de inclusão educacional e social de alunos no ensino superior; analisar dados de estudantes com três diferentes tipos de deficiência, verificando se há especificidades requeridas para cada um dostipos e oferecer a perspectiva do próprio aluno com deficiência sobre sua experiência no ensino superior.
Buscando oferecer uma contribuição concreta sobre a inclusão de estudantes universitários com deficiência, esta investigação visa alcançar os seguintes objetivos:

• analisar as situações e recursos que favorecem a inclusão do aluno com deficiência no ensino superior;
•arrolar as condições que propiciaram a inclusão, do ponto de vista educacional e social e o que foi feito para que ocorresse;
• especificar o que fez com que o aluno com deficiência se sentisse integrado e incluído, no que diz respeito a atitudes humanas e condições materiais;
• verificar se há especificidades requeridas para a inclusão de alunos com deficiência visual, comdeficiência auditiva, com paralisia cerebral.

O que é inclusão?

Inclusão, do verbo incluir (do latim includere), no seu sentido etimológico, significa conter em, compreender, fazer parte de, ou participar de. Assim, falar de inclusão escolar é falar do educando que está contido na escola, ao participar daquilo que o sistema educacional oferece, contribuindo com seu potencial para os projetos...
tracking img