(In)disciplina escolar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 49 (12117 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

O presente trabalho de pesquisa tem como objetivo analisar o problema da (in) disciplina na escola, compreendendo as suas causas, definindo em que consiste a disciplina e apresentando um material que represente um instrumento de apoio ao professor no exercício de suas atividades em sala de aula. É necessário ressaltar o conceito de (in) disciplina como é consensualmentedefinido por pesquisadores e renomados educadores.
Segundo alguns estudiosos, um conceito popular de disciplina é: Um movimento de dentro para fora, é uma atitude de fazer o que posso, o que devo e o que preciso fazer, é tornar possível o que é impossível, diz respeito necessariamente à vida interior da pessoa. E essa necessidade interior implica em obedecer às autoridades de forma respeitosa,mas também crítica e, quando necessário for, saber argumentar. Participar é um ato de construção e de responsabilidade e não a idéia que se tinha antigamente que disciplina era fazer com que o aluno fosse um ser passivo e quieto. O novo conceito envolve o ato participativo e criativo, onde professor e aluno estão em um processo construtivo e as regras são definidas por ambos.





Essadisciplina tem de ser construída e assumida pelos alunos (Freire, 1998). Não se pode mais admitir um conceito aceito por muitos professores que indisciplina consiste em ter alunos conversando em sala de aula.
Entendemos assim que o clima da aula deve ser de liberdade e de tolerância, de modo a permitir que os alunos tomem consciência dos seus valores e ajam em sintonia com eles. A autonomiaconduz à autodisciplina, não significando, no entanto, que o professor tenha uma atitude de indiferença, ou de apatia perante os alunos. Pelo contrário, as suas atitudes, embora democráticas, devem ser firmes. As conversas do aluno, por outro lado, podem se transformar em ferramentas educativas.
Tratando-se de temas que abordam nos seus fundamentos teóricos, diferentes conceitos dedisciplina e (in) disciplina e adotando como objeto de estudo as linhas tradicional e crítica, essa pesquisa trará como contribuição para o nosso dia a dia o diálogo e a reflexão sobre a convivência educador-educando, abrindo o espaço escolar para uma discussão em busca de caminhos que levem a uma relação de parceria e construção coletiva, em que professor e aluno buscam juntos soluções para os problemasque surgem no contexto da escola da qual fazem parte.
Portanto, o objetivo que ora se propõe a presente monografia é identificar se existe (in) disciplina e como nós professores, pais e alunos incorporamos no cotidiano os conceitos de (in) disciplina.
Através de pesquisa realizada na Escola Dr. Pacífico Rodrigues da Luz nos meses de fevereiro a maio do ano de 2008, o presentetrabalho foi organizado em diferentes capítulos: no primeiro capítulo procuramos conceituar (in) disciplina através da história e também como professores e alunos a constroem. Abordaremos ainda a (in) disciplina na atualidade, em contraste com a disciplina de décadas atrás, o aluno sem limites e o porquê do desinteresse pela educação. Avaliaremos também a escola e a família como fontes de (in)disciplina em várias situações. Procuraremos, também, propor algumas alternativas que auxiliem o professor no seu trabalho em sala de aula, no que se refere ao controle da (in) disciplina.


































1. HISTORICIZANDO CONCEITOS


Falar em disciplina/indisciplina é falar de um fenômeno complexo, multifacetado e que não possui umsentido único.
Disciplina é uma palavra que tem a mesma etimologia da palavra discípulo, que significa aquele que segue. Aqueles que seguem uma disciplina podem assim ser chamados de discípulos. Uma das mais comuns definições de (in) disciplina é quando o aluno impede que a escola cumpra com seus objetivos. Mas para que essa (in) disciplina aconteça alguns fatores são determinantes: a escola, o...
tracking img