Impressinismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1219 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Impressionismo

Índice


· Introdução


· O Impressionismo no contexto histórico-cultural


· Características


· Os Principais Artistas


· Conclusão



Introdução

O impressionismo foi um movimento artístico que surgiu na França no século XIX e que criou uma nova visão conceitual da natureza, utilizando pinceladas soltas com ênfase na luz e no movimento.O artista impressionista se propõe a representa os objetos de acordo com suas impressões pessoais, sem se preocupar com regras estabelecidas.
Geralmente as telas eram pintadas ao ar livre.








Contexto-histórico

O Ocidente, entre final do século XVIII e início do século XIX, é varrido por uma onda de revoluções liberais, políticas, e por outro lado, de revoluções industriais. Todaesta situação vem provocar mudanças, principalmente ao nível político, verificando-se uma maior estabilidade, devido ao triunfo das democracias liberais e à consolidação da burguesia. Na França, após o Segundo Império e a Guerra Franco-Prussiana, com o episódio da Comuna de Paris, em 1871, chega a paz, assim como na Itália e na Alemanha. O Estado assume responsabilidades para com a Saúde,Educação e Trabalho, essencialmente, devido ao aparecimento de oposição, nomeadamente, o Republicanismo, o Socialismo e o Anarco-Sindicalismo. Contudo, as cidades tornam-se símbolos da vida moderna, com os seus caminhos-de-ferro, novos processos de comunicação, novos meios de transporte. Também se verifica a intensificação da vida noturna, sendo que as sociedades se tornaram mais optimistas e amantes doque é moderno. Durante o período que ficou conhecido como Belle Époque, a França era um país sem muitos problemas, com o Império Africano e a Indochina. Entre 1875 e 1914, verificam-se, então, algumas alterações:

- Crescimento das cidades, com Paris como protagonista;

- Canalizações, esgotos, estações e mercados, bem como parques, boulevards e edifícios públicos (ópera, Palais del’Industrie...) são algumas das obras realizadas;

- A iluminação vem permitir a circulação à noite, sendo, então, possível as exposições estarem abertas até mais tarde;

- Os cafés continuam a ser o centro da vida pública e das tertúlias artísticas e literárias.

Outras características deste período são o Capitalismo e a industrialização em ascensão, bem como o avanço das ciências etécnicas. São criações desta época o telefone, a eletricidade, o cinema e a fotografia, grandes símbolos de Modernidade. Começam a organizarem-se exposições universais, para apresentar as inovações. Paris torna-se o centro da vida artística e cultural ocidental. As ciências que mais beneficiaram são a medicina, a física, a geografia, melhorando a qualidade de vida do homem. Também na arte se verificaramdiversas alterações, que mudaram o sentimento do artista perante a obra de arte e, também, perante a Arte, em geral. Isto é, verifica-se um afastamento da Arte, relativamente ao religioso e político, numa tentativa de aproximação ao indivíduo, enquanto criador e consumidor. Para tal, foi instalado um mercado de arte e estabelecido um círculo de críticos de arte. Verifica-se uma revolução nastécnicas, nos objetivos. Acontece, então, o inédito. Surgem duas tendências no respeitante à Arte. Por um lado, o conservadorismo académico, os que se diziam os guardadores da verdadeira arte. Por outro, os que desejavam inovar, os que estavam sujeitos à não-aceitação por parte dos académicos, mas que acabariam por se impor como corrente/escola mais ou menos definida, e que viriam a ser a base da artedo século XX.

No final do século XVIII uma onda de revoluções liberais, politicas, industriais e maior estabilidade;
v As cidades tornaram-se símbolo da vida moderna, com os seus caminhos-de-ferro, novos processos de comunicação e meio de transporte;
v As cidades então se tornaram mais otimistas e amantes de tudo que venha ser moderno.






Característica


· As...
tracking img