Imperatriz

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1036 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
O COMÉRCIO DE IMPERATRIZ E SUAS DISTRIBUIDORAS







Sillas Santana Pinheiro

Francisca Maria da Silva

Wandson Carlos Santiago

Roberta Guedes Lopes

JudsonMoreira Lucena

Curso de Administração

Polo: Imperatriz/MA

Orientador: Reginaldo de Assis Cardoso










RESUMO

O presente artigo teve como objetivo analisar a economia da cidade de Imperatriz sobre a perspectiva das distribuidoras demercadorias e serviços. O interesse surgiu da constatação de um mercado promissor, devido ao grande desenvolvimento econômico na região, atraído pelos grandes investimentos. Com base na presença crescente de empresas bem estruturadas, com elevado faturamento. A análise do comportamento do volume de vendas pode contribuir para a compreensão dos indicadores do setor e sua importância para a economia. Ametodologia utilizada foi desenvolvida através de uma pesquisa exploratória apoiada em análise documental e com a aplicação de questionários. Como forma de embasamento teórico, realizamos uma pesquisa bibliográfica. Nesse sentido constatamos que o mercado imperatrizense está em ritmo de expansão econômica apoiado na logística das distribuidoras como meio para garantir o suprimento dos diversossetores da economia local.

Palavras-chaves: economia; Imperatriz; distribuidora.




INTRODUÇÃO
A cidade de Imperatriz é a mais importante cidade do interior do Maranhão e está classificada entre as 100 mais populosas cidades do Brasil. É o maior centro de abastecimento regional e prestação de serviços, influindo fortemente na economia do norte do Tocantins, sul do Pará e de todo oEstado do Maranhão, um mercado de aproximadamente 1.800.000 habitantes. O seu Produto Interno Bruto (2005) é um dos 25 maiores do Nordeste, incluindo as capitais. Utilizando serviços meios como os fornecidos pelas distribuidoras como fonte de escoamento e abastecimento dos diversos setores da economia local.


1. A ECÔNOMIA DE IMPERATRIZ
O crescimento populacional e econômico de Imperatriz,iniciado com a abertura da estrada para Grajaú, em 1953, começou a alterar essa configuração que se mantinha desde o final do século XIX. Em menos de duas décadas, a antiga “Sibéria maranhense” saiu da condição de uma das cidades mais isoladas do Estado para a de quarta mais populosa, incluindo a Capital. Em 1980, a menos de três décadas do início de sua explosão demográfica, Imperatriz passou aser o mais populoso município do interior, com 220.095 habitantes – praticamente o dobro da população de Caxias e de Codó, antes os mais populosos, e metade da população da Capital, que tinha então 449.432 moradores.
A partir da segunda metade da década de 60, o município de Imperatriz foi impactado por diversos programas e projetos de grande vulto econômico, incentivados ou financiadospelos governos federal e estadual. A maioria, em função do Programa Grande Carajás, conjunto de empreendimentos que objetivam explorar os recursos naturais da Amazônia Oriental ou da Pré-Amazônia maranhense e do sul do Pará, principalmente os de extrativismo mineral e vegetal e as potencialidades energéticas.

Uma pesquisa de Consumo de produtos industriais na cidade de Imperatriz onde sedemonstra que o município de Imperatriz, dispondo de reduzidíssimo território a partir de 1994, e população rural de apenas 5,16% do total de seus habitantes, em 2000, contava com menos de 3% das pessoas economicamente ativas dedicadas à agropecuária; o setor industrial, com aproximadamente 5%, enquanto o comércio e os serviços, juntos, representavam quase 80% dos postos de trabalho.
De...
tracking img