Iluminismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1071 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O ilumnismo
No decorrer do século XVII, difundiu-se na França e na Inglaterra um conjunto de idéias frontalmente opostas ao absolutismo dos reis e ao misticismo religioso: o movimento ILUMINISTA, a prisncipal característica era do movimento que depois se espalhou por toda Europa era a valorização da ciência e da racionalidade como forma de eliminar a ignorância dos seres humanos acercada natureza e da vida em sociedade.Para os iluministas como são chamados os adeptos do movimento a ignorância era eliminada pela tradição pelo fanatismo e pela crença religiosa.
O iluminismo manifestou-se sobre tudo no campo as filosofia mas acabou se refletindo também na política , na economia, na arte e na literatura.na esfera política, a atuação iluminista se concentrou na defesa dosdireitos do individuo e no combate da arbitrariedades dos governos absolutos.

Novos princípios em cena
Os iluministas tinham como objetivo livrar os seres humanos da ignorância e das trevas, ao valorizar a razão e a racionalidade e o conhecimento da verdade, acreditavam que esse era o caminho para a conquista da liberdade e da plena autonomia intelectual.
Sinais do racionalismopodiam ser encontrados na Europa desde o renascimento, entre os séculos XV e XVI, quando intelectuais, pintores e artistas transformaram o ser humano no centro das atenções. No afã de conhecer o individuo e o mundo que o cercava os renascentistas fortaleceram a importância da experimentação da observação e da investigação na produção do conhecimento, base do desenvolvimento do racionalismo.Ao longo do século XVII, as praticas e os valores defendidos pelos renascentistas foram reafirmados e ampliados por pensadores como Francis Bacon, René Descartes e John Locke, a produção cultural de todos esses intelectuais era o reflexo dos tempos modernos. As atividades econômicas ligadas aos princípios mercantilistas, por exemplo se intensificaram e projetavam socialmente os burgueses –comerciantes, banqueiros e homens de negócios em geral. Mas apesar da ascensão social desse grupo os reis, nobres e os integrantes do alto clero ainda tinham o prestigio e o poder político, respaldados em uma organização social justificada muitas vezes apenas pela vontade divina.
Alguns pensadores dessa época, um numero cada vez maior de intelectuais procuraram destacar a importância dasiniciativas individuais e das leis naturais para o estabelecimento das relações sociais, políticas, econômicas e religiosas. Ao fazer isso os filósofos colocavam em xeque certos valores da ordem social vigente e legitimavam os grupos sociais em ascensão. Essas ideias inovadoras abriram caminho para o surgimento do iluminismo.
Com o tempo, os pensadores iluministas tornaram-se porta-vozes de todosaqueles que almejavam mudanças sociais como o fim do poder absoluto dos reis e o triunfo das liberdades individuais.

Os ideais das luses

A obra dos filósofos iluministas em seu conjunto apresentava algumas caracteristicas comuns, de modo geral mantinha a crença inabalável no futuro e uma visão positiva da humanidade, em outras palavras os iluministas acreditavam no progresso continuo doser humano.
A fonte de todo progresso e da liberdade individual era a razão, guia para a compreensão do mundo e das relações sociais única forma para se livrar da ignorância e da servidão.nesse sentido muitos iluministas se opunham aos dogmas da igreja á tradição e ao fanatismo.
Alem disso, afirmavam que as formas do governo haviam sido criadas pelas relações humanas e não davontade divina. Defendiam a tese de que os governos deveriam existir para o bem da sociedade com a função de garantir a liberdade econômica e individual (suprimindo a escravidão e a servidão) e a igualdade de todos perante a lei.com base nesses princípios lutavam pela supressão dos privilégios de renascimento e argumentavam que os nobres e os clérigos deviam pagar impostos a ser julgados por...
tracking img