Historia da ferrovia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2086 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
NTRODUÇÃO
O transporte ferroviário brasileiro atravessa um período de revitalização
em sua participação entre os outros modais utilizados no país.
No início do século, a existência das ferrovias era de extrema
importância para o escoamento das mercadorias, por serem elas muito
volumosas e pesadas, porém ao passar dos anos o que observamos foi um
total desinteresse por parte do governo,tanto nos investimentos em
manutenção e tecnologias novas, como também no apoio para que as
empresas viessem a utilizar esse meio de transporte.
Após passar por uma enorme crise no setor ferroviário, o governo
decidiu criar órgãos que se responsáveis pelo desenvolvimento do setor, foi aí
que surgiu como forma de solução, as privatizações. Com elas, o modal
ferroviário passou a crescer de formasignificativa, porém ainda pequena.
Quando se trata da atividade ferroviária brasileira com os outros países
da América Latina, percebe-se que ainda se tem uma participação reduzida.
Um dos fatores que levam a isso é a falta de padronização das bitolas entre as
malhas ferroviárias dos países que fazem fronteiras e também dentro do
próprio país.
As ferrovias possuem capacidade de carga evelocidade que se
exploradas corretamente facilitariam a logística, beneficiando diretamente as
empresas utilizam este modal.
O Transporte Ferroviário no Brasil
O governo Vargas, no início da década de 1940, iniciou um processo de
saneamento e reorganização das estradas de ferro e promoção de
investimentos, através de uma inspeção nas ferrovias que se encontravam em
má situação de conservação enas empresas nacionais, inclusive nas estatais,
e também nas empresas estrangeiras, que poderiam estar passando por
dificuldades financeiras.
Esta inspetoria deu origem ao Departamento Nacional de Estradas de
Rodagem - DNER e Departamento Nacional de Estradas de Ferro - DNEF.
Pelo fato de sua extinção, as funções do DNEF foram transferidas para a
Secretaria Geral do Ministério dosTransportes e parte para a Rede Ferroviária
Federal S.A. - RFFSA em dezembro de 1974.
Como alguns dos objetivos da inspeção, encontravam-se: evitar a
brusca interrupção do tráfego, propiciar a melhoria operacional e prevenir o
desemprego.
A RFFSA foi criada com a finalidade de administrar, explorar, conservar,
reequipar, ampliar e melhorar o tráfego das estradas de ferro da União, pois
ficou ela comoresponsável pela 18 estradas de ferro pertencentes a União,
que totalizavam 37.000 km de linhas espalhadas pelo país.

Porém devido as dificuldades encontradas mais tarde pela RFFSA, o
governo Federal decidiu pelo afastamento da RFFSA dos transportes urbanos,
passando assim suas tarefas para a Companhia Brasileira de Transporte
Urbano - CBTU, que ficou com a responsabilidade pela prestaçãodaqueles
serviços.
Com o início da crise no setor férreo, surgiu a opção de privatizar a
operação de transporte, trabalhando assim em cima de concessões que trariam
maior competitividade para os usuários e empresas relacionadas com mercado
ferroviário.
Em 1992, com a inclusão da RFFSA no Programa Nacional de
Desestatização, o processo de privatização da operação ferroviária teve início.Para que um único acionista não detivesse, direta ou indiretamente,
mais de 20% da totalidade das ações do capital votante, o processo de
concessão previa uma participação máxima de controle acionário em cada
ferrovia. Arrendaram-se os bens operacionais, e estabeleceram-se tetos para
as tarifas.
No decorrer do processo, o governo federal arrecadou R$ 790 milhões à
vista, mais parcelastrimestrais ao longo dos trinta anos das concessões. Entre
1996 e 2001, foram investidos mais de R$ 2 bilhões em material rodante e
recuperação da malha.
As privatizações ocorreram entre 1996 a 1998, concentradas em 1997,
no início de 2002 a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) foi
implantada.
Atualmente, o Brasil possui o maior sistema ferroviário da América
Latina em termos de...
tracking img