Hipertireoidismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2687 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
HIPERTIREOIDISMO

O que é?
Resultado do mau funcionamento da glândula tireóide, responsável pela produção dos hormônios que dão energia ao corpo. Acontece porque há uma fabricação excessiva de combustível e o organismo trabalha sem parar.
Causas
Alguns fatores podem desencadear o problema. Entre eles: excesso de iodo na alimentação; surgimento de nódulos na glândula que acumulam iodo elevam à produção exagerada de hormônios.
Doença de Graves
É considerada a causa mais comum do hipertireoidismo. Provocada por um defeito no sishipertireoidismo imunológico, que defende o organismo de corpos estranhos.
O processo da doença de Graves

1 - Os linfócitos são células que fazem parte do exército de defesa que identifica o que é do copo e o que é estranho a ele. Quando eles encontramum organismo desconhecido, atacam-no.
2 - A doença de Graves se manifesta quando o sishipertireoidismo imunológico começa a estranhar as células da tireóide. Os hormônios são produzidos sem parar e o corpo aproveita toda a energia que recebe.
A bactéria Yersinia pode desencadear o defeito no sishipertireoidismo de defesa. Presente em muito alimentos estragados, o microorganismo tem a mesmaconstituição genética da célula da tireóide. Os soldados de defesa se confundem e atacam tanto a bactéria quanto a glândula.

3 - Curiosamente, as células da tireóide atacadas não deixam de produzir. Pelo contrário, passam a fabricar hormônio demais, sem controle. A glândula geralmente fica aumentada com a doença de Graves.
Os números
A incidência do hipertireoidismo é cinco vezes maior namulher do que no homem;
2% de todas as mulheres podem ser afetadas pelo problema;
50 mil mulheres no Distrito Federal sofrem de doenças na tireóide.
A tireóide

É uma pequena glândula com formato de borboleta localizada no pescoço, logo abaixo do pomo de Adão.
Sua função é controlar o metabolismo do corpo, produzindo os hormônios T3 e T4 (combustível que alcança todos os órgãos viajandopela corrente sangüínea).
O iodo é fundamental nesse processo. A glândula funciona como um ar condicionado moderno. Se há hormônio suficiente no sangue, ela pára de produzi-lo.
Quando os níveis começam a cair, volta a trabalhar.
Uma das conseqüências comuns do hipertireoidismo é o aumento da glândula.
Sintomas
Os principais sinais estão relacionados com o aumento do metabolismodo corpo:
Exoftalmia: projeção dos olhos para fora, um estágio avançado da doença de Graves;
Aceleração do batimento cardíaco e aumento da pressão arterial;
Perda de peso, apesar do bom apetite;
Nervosismo e permanente irritabilidade;
Queda de cabelo;
Bócio: aumento anormal na glândula também conhecida como "papo";
Diminuição do fluxo menstrual e ciclos mais curtos;
Ligeiroaumento das mamas nos homens.
Tratamento
A meta básica é retornar os níveis de hormônio ao normal. Quem sofre do problema porque ingere muito iodo pode recuperar-se com uma dosagem leve da medicação ou até mesmo uma alteração na dieta.
No caso da doença de Graves, as alternativas são:
Cirurgias para a retirada da glândula. Nesse caso, o indivíduo terá que fazer reposição hormonal;
Drogas queinibem a atividade da tireóide;
Iodo radioativo: é o tratamento mais comum. O iodo é programado para danificar a célula, que o aproveita para produzir hormônio. Uma vez absorvido pela glândula, o iodo pode reduzir o tamanho da tireóide ou até eliminar os nódulos tóxicos que estimulam a produção exagerada de hormônio.

HIPERTIREOIDISMO

Hipertireoidismo é um distúrbio causado pelo elevadonível de hormônio tireoideo.
O que acontece com o organismo?
A glândula tireóide é uma pequena glândula localizada na base do pescoço.
Ela produz hormônio tireoideo, que é responsável por uma série de processos metabólicos, que permite a transformação dos alimentos em energia e a reconstrução das células.
Em pessoas com hipertireoidismo, há uma produção exagerada do hormônio. Isso pode ser...
tracking img