Hidrocefalia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1255 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO DE ENSINO LITERATUS
CURSO TÉCNICO DE ENFERMAGEM
TURMA 02/ 13 V

HIDROCEFALIA

Manaus
2013

ANA IRIS JERONIMO CUNHA ROCHA
DEBORA KAROLINY DA S. FEITOSA
ISRAELLY JUSSARA BATALHA DE MORAIS
JOICINETE SILVA CRUZ

HIDROCEFALIA

Trabalho apresentado para obtenção de nota parcial
da disciplina Noções de Pesquisa em Enfermagem,
ministrada pela Professora Ana Maria Simas GaiaMachado.

Manaus
2013

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO..........................................................................

INTRODUÇÃO

1. HIDROCEFALEIA

Hidrocefalia é, de forma genérica, a acumulação de líquido cefalorraquidiano (LCR) no interior da cavidade craniana (nos ventrículos ou no espaço subaracnóideo), que por sua vez, faz aumentar a pressão intracraniana sobre o cérebro,podendo vir a causar lesões no tecido cerebral e aumento e inchaço do crânio.
É um problema de saúde que, na maior parte das vezes, está associado ao aparecimento de Spina Bifida. O líquido cefalorraquidiano passa, nocérebro, de um ventrículo para o seguinte (existem, ao todo, quatro) através de canais relativamente estreitos, circulando depois na superfície do cérebro e sendo, finalmente, absorvidopela sistema sanguíneo. Existe ainda uma parte do líquido que circula ao longo da medula espinhal.
Ora, a acumulação já referida de LCR no interior da cavidade craniana dá-se quando, por qualquer razão, existe uma obstrução à drenagem do líquido para o sistema sanguíneo. Essa obstrução pode estar relacionada, como já se disse, com o aparecimento de Spina Bifida mas pode, efectivamente, ocorrer poroutras razões.
A hidrocefalia pode resultar de excesso de produção de LCR (situação normalmente rara, diga-se) ou quando é impedida a circulação ou absorção desse líquido. Quando o líquido cefalorraquidiano é constantemente produzido mas, de facto, está impedido de circular, acumula-se e causa um aumento, por vezes muito grande, da pressão no interior do cérebro. Os ventrículos incham e o tecidocerebral pode vir a sofrer lesões

2.1 DEFINIÇÃO

Hidrocefalia é uma palavra de origem grega: hidro significa água; céfalo, cabeça, que caracteriza uma doença congênita (adquirida durante a gestação) ou adquirida quando ocorre um acúmulo anormal de líquido (líquido cefalo-raquidiano, liquor ou LCR) em áreas específicas do cérebro chamadas de ventrículos. O LCR produzido nos ventrículose nos plexos corióides, circula através de um sistema de canais no sistema nervoso central (SNC) e é absorvido na corrente sanguínea. O liquor tem grande importância na proteção do SNC visto que ele auxilia no amortecimento de impacto e por ser completamente estéril não permite também a entrada de qualquer substância ou microorganismo que possa lesar o cérebro. Na hidrocefalia ocorre umdesequilíbrio deste liquor em relação à quantidade produzida e reabsorvida, como consequência, isso leva ao aumento do ventrículo e da pressão no cérebro.

2.2 INCIDÊNCIA

Estimativas de estudos realizados baseado em informações de sistemas de saúde afirmam que a incidência de hidrocefalia é de 1-3 por 1000 nascimentos somente para a congênita ou de início precoce, acrescentando hidrocefaliasadquiridas. 60% dos casos ocorrem em recém-nascidos e 40% em idosos. No segundo grupo muitas vezes confunde-se a hidrocefalia com enfermidades como Mal de Parkinson e Alzheimer.

1.3 CAUSAS

A hidrocefalia congênita está relacionada principalmente a três causas, embora possam haver outras:
* Genética: Heredietaridade;
* Espinha Bífida;
* Prematuridade do bebê.
A hidrocefalia adquiridapode ser causada por:
* Infecções: Caxumba, Citomegalovirus, Hepatite, Poliomielite, Toxoplasmose, Varicela, Varíola;
* Hemorragia intraventricular;
* Meningite;
* Traumatismos;
* Tumores;
* Cistos: Cisto aracnóide, cisto ependimário, cistos embrionários subcalosos e cisto retrocerebelar;
* Estenose do Aqueduto Sylvius.
1.4 CLASSIFICAÇÃO

A Hidrocefalia é...
tracking img