Henrique cayatte

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1409 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Henrique Cayatte
Nasceu em Lisboa em 1957. Frequentou a Escola Superior de Belas Artes de Lisboa. Foi director gráfico de diversas editoras e desenvolve actividade como designer gráfico, em Portugal e outros países.
Como ilustrador ganhou em 1986 o 1º Prémio da Secretaria de Estado da Cultura para o conjunto da sua obra de ilustração. Em 1988 ganhou o Prémio Gulbenkian de Ilustração. Em 2000ganhou o Prémio Nacional de Ilustração com o livro “Estranhões & Bizarrocos” com texto de José Eduardo Agualusa e em 2001 ganhou de novo o Prémio Gulbenkian de Ilustração com esta mesma obra.

Em 1991 fundou o Atelier Henrique Cayatte. Projectou o sistema de sinalética e comunicação da EXPO 98 e, em 1999, ganhou o Prémio Nacional de Design. Foi responsável pelo design das exposições“Liberdade e Cidadania 100 Anos Portugueses” e “Engenho e Obra”.
Foi o responsável pelo design editorial da revista Ler; autoria do design global do jornal Público, de que foi também fundador, editor gráfico e ilustrador; designer coordenador dos catálogos para a área de exposições de «Lisboa — capital Europeia da Cultura 94»; consultor para o design global da EXPO’98; co-responsável, com o arquitectoPierluigi Cerri, pelo plano de sinalização e comunicação da EXPO’98, etc.). Dirige o Seminário Avançado de Design de Comunicação do A.R.C.O.
Em 1991, fundou o Atelier Henrique Cayatte onde desenvolve trabalho de design (em diversas áreas), de ilustração e de produção editorial.
Como ilustrador, tem sido seleccionado para várias exposições em Portugal e no estrangeiro e foi por duas vezespremiado: em 1986, com o 1º Prémio de Ilustração da Secretaria de Estado da Cultura para o conjunto da sua obra; e, em 1988, com o Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para Crianças pelas ilustrações do livro infantil O Grande Lagarto da Pedra Azul, de Papiniano Carlos. Cayatte foi designado candidato português ao Prémio Hans Christian Andersen 1998 (ilustração), pelo conjunto da sua obra paracrianças e jovens.

De entre as mais de duas dezenas de títulos que editou, contam-se as ilustrações para obras de Alice Vieira e ainda para os seguintes volumes: História da nuvem que não queria chover, de Fernando Bento Gomes, Lisboa, Caminho, 1983; O búzio de nácar, de Carlos Correia, 2.ª ed., Lisboa, Caminho, 1986; O grande lagarto da Pedra Azul, de Papiniano Carlos, Lisboa, Caminho, 1986; Omenino eterno, de José Jorge Letria, Porto, Civilização, 1994. (J.A.G.)
Design não é sinónimo de “bonito ou feio”, diz Henrique Cayatte, é “todo o processo de projecto que leva a um produto final”.
“Desde há muitos anos que a noção de design gráfico foi substituída pela de design de comunicação, porque eu não entendo, seja o design gráfico, seja o editorial, seja o de informação, seja o demultimedia, seja todo o outro, numa perspectiva estática em que o designer aparece no fim de toda a produção para decorar.
Para mim a definição de design de comunicação faz muito mais sentido do que a definição de design gráfico. Design gráfico é uma definição que eu acho que foi morrendo com o tempo”. Afastadas quaisquer dúvidas sobre a designação adequada a dar ao design de Imprensa , HenriqueCayatte, em conversa com a MEIOS, falou da sua relação com o design, da sua carreira e daquilo que se faz em Portugal.

Em 1980 Henrique Cayatte foi para a Guiné-Bissau como professor voluntário de Língua Portuguesa. A primeira das três conclusões foi perceber que “a melhor maneira de ensinar Língua Portuguesa era também mostrar, além de autores portugueses, autores africanos”.
E continua: “Osegundo principio foi ver que o país era tão pobre que eles não tinham sebentas”.
Terceira e última conclusão: “Todas as mesas tinham a mesma largura. Eu medi as mesas e cheguei a casa e percebi que se pusesse dois A4's deitados lado a lado, cabiam na mesa. Acontece que esses dois A4's deitados foram divididos em quatro áreas. A primeira área exibia uma ilustração feita por mim, a segunda...
tracking img