Hemorragia digestiva alta

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4974 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MINISTÉRIO DA SAÚDE
SECRETARIA DE VIGILÂNCIA EM SAÚDE
DEPARTAMENTO DE VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA
COORDENAÇÃO GERAL DO PROGRAMA NACIONAL DE IMUNIZAÇÕES

INFORME TÉCNICO DA INTRODUÇÃO DA VACINA INATIVADA POLIOMIELITE
(VIP)

Brasília - Maio
2012

SUMÁRIO

Vacina inativada poliomielite – VIP
Apresentação
1. Introdução
2. Vacina inativada poliomielite (VIP)
2.1. Forma farmacêutica,apresentação e composição
2.2. Indicação
2.3. Dose e via de administração
2.4. Conservação e Validade
2.5. Estudos de Eficácia
2.6. Uso Simultâneo com Outras Vacinas
2.7. Esquema vacinal
2.8. Contraindicações
2.9. Precauções
2.10. Eventos adversos evidenciados em estudos clínicos
2.11. Vigilância eventos adversos pós-vacinação (VEAPV)
2.12. Fluxo de informações para a vigilância dos EAPV3. Vigilância Epidemiológica das Paralisias Flácidas Agudas e Poliomielite (PFA/Pólio)
4. Registro de doses administradas da vacina inativada poliomielite (VIP)
Referências

03
05
07
07
08
08
08
08
08
08
09
09
10
10
11
11
14
16

Apresentação

A poliomielite é uma doença viral, causada por um vírus membro do gênero Enterovirus
da família Picornaviridae conhecido comopoliovírus e subdivide-se em três sorotipos (1, 2 e 3),
É altamente contagiosa, e afeta principalmente crianças abaixo dos 5 (cinco) anos de idade. O
vírus é transmitido através de alimentos e água contaminados e se multiplica no intestino,
podendo invadir o sistema nervoso. Muitas pessoas infectadas não apresentam sintomas da
doença (febre, fadiga, cefaléia, vômitos, rigidez no pescoço e doresnos membros), mas excretam
o vírus em suas fezes, portanto, podem transmitir a infecção para outras pessoas. Uma em cada
200 infecções conduz a uma paralisia irreversível (geralmente nos membros inferiores), mas
raramente é doença fatal.
Durante as duas últimas décadas do Século XX a erradicação do poliovirus parecia ser
realidade e muitos países foram decretados como livres do vírus selvagem.O último caso na
região das Américas foi notificado no Peru, em 1991. Em 1994, a Organização Mundial da
Saúde (OMS), certificou 36 países da Região das Américas, incluindo o Brasil, como livres da
pólio (polio-free), seguida pela Região do Pacífico Ocidental com 37 países e regiões, incluindo
a China em 2000, a Região Européia com 51 países em Junho de 2002.
No Brasil, as ações de combate àpólio iniciaram-se em 1961, com a imunização de forma
não sistemática; em 1971, criou-se o Plano Nacional de Controle da Poliomielite. Em 1979, foi
concluído um estudo epidemiológico dos casos ocorridos entre 1975-1979. Em 1980, houve a
instituição dos Dias Nacionais de Vacinação, que se constituíram em vacinação massiva, duas
vezes por ano, em um só dia, de todos os menores de cinco anos,independente de história
vacinal anterior. Em 1986, houve uma mudança de estratégia de controle para uma política de
erradicação da pólio (CDC, 1993).
No país a vacina que vem sendo utilizada com sucesso desde a década de 60 é a vacina
oral poliomielite – VOP, vacina de vírus atenuados, trivalente, contendo os três tipos de
poliovirus (1, 2 e 3). Uma dose dessa vacina produz imunidade para ostrês sorotipos em
aproximadamente 50% dos receptores, enquanto 3 (três) doses produzem imunidade em mais de
95% dos receptores. A imunidade é de longa duração e, provavelmente, ao longo de toda a vida,
pois induz imunidade humoral (sistêmica) e imunidade celular de mucosa (local), além de
produzir imunidade em contatos de indivíduos vacinados. É epidemiológica e operacionalmente
a melhor vacinapara gerar proteção a cada um dos três tipos de vírus da poliomielite e tem sido
amplamente utilizada, viabilizando a erradicação global da doença.
As ações de vacinação desenvolvidas contribuíram para a erradicação da doença no
Brasil, sendo que o último caso ocorreu em 1989. Como citado no tópico novas histórias (new
stories) da sala de imprensa (media room) da Iniciativa Global de...
tracking img