Grafologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3539 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho de Recrutamento e Seleção



Grafologia






Adrielly Chieregatti
Bianca Beissman
Crislaine de Nadai Arruda
Danila Leoni
Francine Lemes
Joice Amanda Roque

Introdução
A cada dia surgem no mercado corporativo novas técnicas, ferramentas e tecnologias para analisar as características e comportamentos dos profissionais. Quando falamos em processos seletivos, inúmerascompetências e atitudes são avaliadas e, neste contexto, a Grafologia permanece como uma ciência assertiva no auxílio do recrutamento das pessoas.
A Grafologia é um estudo que analisa a personalidade por meio do estudo dos traços da escrita. A História conta que ela surgiu no confessionário de uma igreja na Espanha, no século XIV – o rabino Samuel Hangid costumava aconselhar os fiéis depois deanalisar o modo como eles escreviam bilhetes. Após muito aperfeiçoamento dos conceitos e das técnicas, surgiu dois séculos depois a primeira escola de Grafologia em Paris.
No Brasil, a Grafologia chegou em 1901. Ganhou uma expressão maior a partir da década de 80, quando as empresas começaram a exigir mais qualidade de seus profissionais por conta da competitividade do mercado. A rotatividade demodo geral, estava se tornando muito alta, e mesmo dispondo de testes psicológicos faltava algumas ferramentas para analisar o comportamento dos indivíduos nas organizações. A Grafologia veio como complemento, pois possui grande assertividade e é também uma análise totalmente individualizada. E é por isso que ganhou espaço, tanto no auxílio de captação de pessoas, quanto no remanejamento entrefuncionários dentro das empresas, as técnicas conseguem identificar mais de 200 características do indivíduo.
O especialista analisa a letra e consegue identificar diversos pontos negativos e positivos, enquanto testes mais tradicionais levariam dias para ser contabilizados e analisados. O processo todo elimina várias etapas em uma relação e como estamos falando de uma ferramenta que é impossível serburlada, a análise de um texto muitas vezes cai em contradição com o que a pessoa disse ao selecionador anteriormente.









Grafologia
Allport e Vernon (1933) concluem em seus estudos que tanto os gestos do homem como sua escrita, refletem um estilo individual, constante e estável. Esses autores encontraram evidências de que existe congruência entre o comportamento expressivo e asatitudes, traços, valores e outras disposições da personalidade.
Quando uma criança aprende a escrever, ela o faz de acordo com uma forma padrão, com um modelo que tende a limitar seus impulsos individuais e movimentos. Porém, à medida que vai desenvolvendo a “maturidade gráfica”, adquire características individuais, ou seja, à medida que se afasta do treino e da convenção mostra suaindividualidade.
Ao escrever, uma pessoa transmite voluntariamente seus pensamentos, através da convenção da escrita que aprendeu na escola e adaptar-se ao papel ou a superfície da escrita e a caneta ou outro instrumento que utiliza ao escrever. Esses aspectos refletem o comportamento adaptativo. Por outro lado, a escrita reflete ao mesmo tempo sua maneira peculiar, pois a letra não é mais a que aprendeuna escola, revela características de sua maneira de ser, sua energia, sua agressividade, medo, etc., ou seja, seu estilo de escrever e é nesse momento que aparece o comportamento expressivo. O mesmo ocorre com qualquer outro tipo de grafismo, como desenhar.
Allport considera que a letra é a forma de expressão mais conhecida. A partir dela os grafólogos fazem a “leitura do caráter”, deve-seconsiderar que a escrita não é apenas um produto da “mão”, mas é uma “escrita do cérebro”, a qual é “influenciada por todos os tipos de impulsos nervosos expressivos, que dão um colorido individual aos movimentos adaptativos da mão”. O mesmo aspecto é assinalado por Schilder, ao afirmar que a “expressão e o movimento estão relacionados aos processos que ocorrem nas partes centrais do cérebro e não...
tracking img