Gordura localizada

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2543 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE LUTERANA DO BRASIL
CURSO SUPERIOR DE TECNOLÓGIA EM ESTÉTICA E COSMÉTICA

ESTÁGIO SUPERVISIONADO
ESTUDO DE CASO
GORDURA LOCALIZADA

ALUNO: VANDERLEI POMPEU
PROFESSORA: MONICA M. D. KUPLICH

CANOAS

JULHO/2012
1. Anamnese do Caso:

Nome: Maria da Silva
Sexo: Feminino
Idade: 29 anos
Profissão: Professora
Medicação somente anticoncepcional
Atividade Física: Nãopratica.
Não tem alimentação balanceada
Ingere muito doce e refrigerante
Ingesta de água insuficiente, 1,5 l dia
Não Fumante
Não ingere bebidas alcoólicas
Trânsito intestinal: regular
Faz uso de home care diário como segue:
Gel redutor manipulado esfolia antes.

2. Queixa principal:

Gordura localizada (FEG) na região do culote.

3. Avaliação corporal:

Estrutura Corporal: GinóidePeso: 71,3 Kg
Altura: 1,64 mts
IMC: 21,74 (considerado normal)
FEG grau 2

Perimetria:

Região | Avaliação (medida) |
Estômago | 80 cm |
Cintura | 76 cm |
Linha Umbilical | 79 cm |
15 cm abaixo | 95,5 cm |
31 cm abaixo | 119,5 cm |

4. Fundamentação teórica dos problemas estéticos identificados.

Lipodistrofia Ginóide (LDG) pode ser definida como uma patologiamultifatorial, que resulta da degeneração do tecido adiposo, passando pelas fases de alteração da matriz intersticial, estase microcirculatória e hipertrofia dos adipócitos, com evolução para fibrose cicatrial. Clinicamente, estas alterações se traduzem em retração irregular da superfície cutânea, gerando o clássico aspecto de pele em “casca de laranja”, “acolchoado” ou “capitonè” (KEDE & SABATOVICH,2009).

FEG Fibro Edema Gelóide é uma inflamação do tecido celular, também conhecido como celulite (Celul–célula ite–inflamação) Atinge cerca de 90% das mulheres pós-adolescentes principalmente nas regiões de cintura pélvica, MsIs e abdômen. O estrógeno é o principal hormônio envolvido e responsável pelo agravamento e perturbação do FEG (grande produção pós-puberdade, gestação, lactação e épocado ciclo menstrual), por causa desse fator a celulite se faz presente na grande maioria das mulheres. Terminologias usadas: Hidrolipodistrofia, Dermatopaniculopatia Edematosa, Fibrosa esclerosa; Lipoesclerose Nodular; Lipodistrofia Ginóide; Fibro Edema Gelóide, Paniculopatia Edêmato-fibroesclerótica (PEFE), (GUIRRO & GUIRRO-2010).

Definida como infiltração edematosa do tecido conjuntivosubcutâneo, não inflamatória, seguida de polimeração da substância fundamental amorfa, que infiltrando-se, nas tramas produz uma reação fibrótica consecutiva. Também há um aumento do tecido subcutâneo em sua espessura e consistência, aumento da sua sensibilidade e diminuição de sua mobilidade por causa da aderência superficial e profunda. Todas essas alterações do tecido conjuntivo ocasionam umahiperviscosidade da Substância Fundamental Amorfa ligada à estase capilovenular e linfática.
Os tratamentos para Celulite podem apresentar resultados com alguma eficácia, porém se não estiverem associados a uma alimentação balanceada, bem como a atividades físicas constantes, podem ocorrer recidivas.
(BORGES, 2012).


Com relação aos agentes etiológicos ou etiopatogenia do FEG, estãopresentes: fatores desencadeantes, fatores predisponentes e agravantes. Os fatores desencadeantes compreendem alterações de natureza hormonal que ocorrem na adolescência, sendo o principal hormônio envolvido com o aparecimento do FEG, o estrógeno. Os fatores predisponentes são hereditários e múltiplos como sexo, etnia, biotipo corporal, distribuição do tecido adiposo e ainda, quantidade, disposição esensibilidade dos receptores das células afetadas pelos hormônios envolvidos. Fatores agravantes como hábitos alimentares inadequados, sedentarismo, estresse, patologias, medicamentos e gravidez podem acelerar desequilíbrio (VACELAR, 2006).

A HLDG (Hidrolipodistrofia Ginóide) esta associada ao sexo feminino, dependendo de fatores hormonais, vasculares, nutricionais e comportamentais. Não está,...
tracking img