Glossario

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1501 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CURSO TÉCNOLOGIA EM SISTEMAS PARA INTERNET

INTRODUÇÃO AOS SISTEMAS OPERACIONAIS

GLOSSÁRIO

João Ricardo Claro

Turma 2M1

Passo Fundo, 28 de março de 2011.

.

GLOSSÁRIO

-A-

Android – sistema operacional para celulares, criado pela Open Handset Alliance que foi comprada pelo Google.
Assembly – linguagem de programação de baixo nível, que vem depoisdo código da máquina, isto significa que as instruções são construídas com menos instruções básicas do processador do que em linguagens de alto nível, isso faz com que elas sejam traduzidas quase que imediatamente.
-B-

Batch system – primeiros sistemas multiprogramáveis, também conhecidos como sistemas em lote. Seus programas são executados sequencialmente e de forma continua até otérmino, esse tempo é chamado turnaround, com isso o tempo de resposta é longo. Durante o processamento o usuário não tem acesso às informações, essa é a principal desvantagem do sistema.
Brk – é uma chamada de sistema que define o fim do segmento de dados, isso faz com que um determinado processo possa ser aumentado ou diminuído posteriormente, dependendo do espaço do endereçamento, essadefinição é permitida somente em uma das extremidades.
-C-
Chdir – chamada de sistema que permite mudar de diretório.
Chmod (change mode) – é um comando usado para definir as permissões de arquivos e diretórios. Sua sintaxe é a seguinte: chmod [permissões] arquivo e atua basicamente sobre três níveis: usuário 'u', grupo 'g' e outros 'o'.
Chown – comando executado peloroot para alterar o proprietário de um arquivo ou diretório, alterando o dono do arquivo ou grupo. Significa change owner (mudar o dono) e sua sintaxe é chown usuário arquivo ou chown usuário diretório.
Chroot – é um comando do Unix que serve para mudar o diretório raiz.
Creat – é a chamada de sistema utilizada para criar um arquivo, e também abre este arquivo para escrita.
-D-Deadlock - termo usado para descrever a situação em que dois ou mais processos ficam bloqueados, isto é, ao concorrerem por recursos, acabam se travando mutuamente. Pode ocorrer mesmo quando somente um processo está em execução.
Depuração – é o processo de encontrar e reduzir os bugs (erros) tanto no software como hardware.
Driver – programa que permite a comunicação entre osistema operacional e o hardware. Cada dispositivo exige um driver específico.
Dup – a chamada de sistema dup cria uma cópia do descritor do arquivo, sendo o novo descritor o menor não utilizado.
-E-
EAX – registrador acumulador de uso geral do microprocessador de 32 bits, usado para operações aritméticas.
-F-
Fork – é a chamada de sistema usada para criar umprocesso novo. Esta retorna duas vezes: uma no contexto do processo original (pai) e outra no contexto do novo processo (filho).
FORTRAN – linguagem de programação desenvolvida pela IBM a partir da década de 50, que permite alta velocidde de execução, tendo grande uso em aplicações científicas, tais como meteorologia, oceanografia, física e astronomia.
-G-
Getgid – é a chamada desistema que permite obter os identificadores do grupo real.
Getpid – é a chamada ao sistema que é utilizada para obter o identificador de processo (PID) do processo corrente.
Getuid – é a chamada de sistema do Unix usada para obter os identificadores do usuário real.
-I-
Interface – pode ser considerada com a interconexão entre dois dispositivos de hardware, entre ousuário e o sistema operacional ou um programa, ou entre duas aplicações. A interface com o usuário é composta dos diferentes meios pelos quais um programa se comunica com o mesmo, incluindo a linha de comandos, menus, caixas de diálogos, etc.
IOctl –é a chamada de sistema que permite a transferência de dados do módulo para o espaço do usuário. Essa técnica é utilizada para debugar módulos,...
tracking img