Gestalt terapia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6890 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Gestalt-Terapia e Terapia Sistêmica: o corpo em psicoterapia
 
Gestalt-Therapy and Systemic Therapy: the body in psychotherapy
 
 
Marília Toscano de Araujo Gurgel
Aluna da Pós-graduação em Saúde Mental do Instituto de Psiquiatria – IPUB/UFRJ. Endereço: Av. Venceslau Brás, 71 Fundos. CEP: 22290-140. Rio de Janeiro - RJ - Brasil. Apoio Técnico:Núcleo de Audio Visual do Instituto de Psiquiatria- IPUB/UFRJ. E-mail: mariliathoscan@gmail.com
 
 
[pic]
RESUMO
Este trabalho demonstra a contribuição da abordagem corporal da Gestalt-Terapia para a Terapia Familiar Sistêmica. O método utilizado foi a gravação de uma oficina de corpo estruturada em saberes das duas abordagens. A oficina proporcionou,a cada participante, maior qualidade de atenção, presença, contato e criatividade, uma forma mais integrada de construir sua identidade. O entrecruzamento das duas abordagens trouxe às pessoas maior consciência de quem são e como são no "mundo", ajudando-as no processo de assunção da história que contam. A experiência mostrou aos terapeutas as possibilidades que o trabalho corporal oferece comométodo de apreensão da realidade co-construída.
Palavras-chave: Consciência. Família. Gestalt-Terapia. Terapia Sistêmica.
[pic]
ABSTRACT
This work demonstrates the contribution of the body approach in the Gestalt-Therapy to the Systemic Familiar Therapy. The method used was a tape recorded in a body workshop structured according to the both approaches. The workshopgave the opportunity to each member a more integrated form of constructing their own identity. The intercrossing of both approaches brought to the persons, better awareness of who and how they are in the "world", helping them in the process of assumption of the story they tell. The experience shows to the therapists, the possibilities that the bodywork gives to a comprehensive method ofconstructed reality.
Keywords: Awareness. Family. Gestalt-Terapy. Terapy Systemic.
[pic]
 
 
O presente artigo diz respeito a uma experiência terapêutica feita no Instituto de Psiquiatria da UFRJ/IPUB. Nela, conjugaram-se resultados de pesquisas com o corpo a uma prática terapêutica já existente: a terapia Sistêmica de Família. A partir dessa articulação,avançou-se em direção a uma forma de trabalho terapêutico capaz de apontar novas possibilidades; uma forma de atuação em que se leva em consideração o corpo no tratamento de transtornos psíquicos. Tal forma de atuação, portanto, baseou-se na conjunção de dois enfoques teóricos e práticos, a terapia sistêmica de família e a consciência corporal, que, no caso, teve suporte teórico da Gestalt-Terapia.A Gestalt-Terapia é uma abordagem em psicoterapia que se utiliza do consciente como instrumento de trabalho de busca da emoção. Nessa abordagem, acredita-se que em contato consciente com a emoção, ou melhor, com seus conteúdos, o sujeito pode entrar no sentimento que o mantém preso em sua problemática relacional. A Terapia Sistêmica, já praticada no IPUB, utiliza-se do método de fazer"perguntas circulares"1 aos membros da família ou grupo, de modo que as informações a respeito de cada um circule por todos. Assim, trabalha-se também com um tipo de tomada de consciência, agora prevalentemente intelectual. Emoção e intelecção, importantes elementos em psicoterapia, são formas que, integradas, dão consistência ao material trazido, possibilitando ao cliente um estar pleno de sua atuação nomundo, responsabilizando-se por ela. A conjugação desses dois elementos nos parece distante da realidade da doença psiquiátrica, visto que nesta o sujeito está impossibilitado de movimentar-se intelectual e emocionalmente de forma livre e responsável. O que não acontece com a mesma intensidade em seus familiares, que, apesar de também fazerem parte da estrutura dos sintomas, como explica a...
tracking img