Gerra fria

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 35 (8573 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Guerra
Fria

Profª Edna

Iran Dos Santos Reis
N° 29
3°L

Introdução

A Guerra Fria foi o período de tensão que ocorreu entre o final da Segunda Guerra Mundial e a queda da União Soviética (1947 a 1991), marcada pelo estado de tensão entre as duas potências mundiais da época, os EUA (capitalistas) e a URSS (socialista), no qual se confrontavam com doutrinas ideológicas antagônicasdestinadas a fortalecer-se a si próprio e a enfraquecer o adversário por meio de constantes dissídios e políticas de alianças, corrida armamentista, mas sem chegar ao confronto armado.

O fim da Segunda Guerra Mundial foi marcado por uma série de inúmeros tratados que dividiram o mundo em duas áreas de influência, uma sob controle capitalista liderado pelos EUA e outra sob controle socialistaliderado pela URSS. Na Conferência de Teerã, em 1943, Roosevelt (presidente dos EUA), Stálin (líder da URSS) e Churchill (primeiro-ministro britânico) definiram a fronteira da Polônia em relação à União Soviética, garantindo a esta a anexação dos países bálticos e projetaram a divisão da Alemanha. Vendo próxima a derrota alemã, os três grandes se reuniram de novo na Conferência de Yalta em 1945.Stálin se beneficiou do rápido avanço soviético. Os três anunciaram princípios gerais, como a autodeterminação dos países e a democratização, sem definir qual democracia. Privada de governo, a Alemanha seria dividida em zonas de ocupação, bem como a Áustria; o ocidente admitiu a instalação do governo socialista de Tito na Iugoslávia; a Polônia perdia regiões conquistadas à Rússia em 1921 e receberiacompensações em direção ao Rio Oder; os soviéticos se comprometiam a guerrear o Japão em troca de Port-Artur, sul das ilhas Sakhalinas e ilhas Kurilas.

Finda a guerra, parecia muito alto o preço pago aos soviéticos. Em clima de tensão, reuniu-se a Conferência de Potsdam, em 1945, agora com Truman, Stálin e Churchill. Os soviéticos haviam ocupado a maior parte da Europa central; não queriam que oocidente se envolvesse na reorganização política da região. O Ocidente não queria que a União Soviética se intrometesse nas questões mediterrâneas e africanas. A Alemanha foi dividida em zonas de influência, dadas a americanos, soviéticos, ingleses, e franceses. Berlim, a capital, que ficava no setor soviético, foi igualmente dividida em quatro partes. Os vencedores impuseram aos alemães umareparação de guerra de 20 milhões de dólares: 50% para a URSS, 14% para a Grã-Bretanha, 12,5% para os EUA e 10% para a França. A indústria bélica alemã foi amputada, a produção de aço limitada e certas fábricas desmontadas em favor dos aliados. Os principais chefes alemães seriam julgados, para desnazificar o país.

Além disso, o término da Segunda Guerra mudou o panorama político e econômicointernacional. As perdas materiais e humanas da Europa e do Japão rebaixaram a posição das antigas potências. Surgem novas nações e novas organizações internacionais, como a ONU, o Banco Mundial e o Fundo Monetário Internacional, criados em 1945.

A rivalidade entre aliados e soviéticos na Conferência de Potsdam, pela divisão do mundo em áreas de influência, inaugurou uma nova política internacionalque conduziria, muito rapidamente, à Guerra Fria. Em 1946, Winston Churchill, já era mais o primeiro-ministro britânico, mas ainda um líder da resistência antinazista, tornou-se líder anti-soviético ao preferir violento discurso, nos EUA, defendendo, pela primeira vez, a necessidade de uma política de controle e de vigilância da URSS. Era preciso uma cortina de ferro em torno dela para evitar queentendesse seus domínios no leste europeu e na Ásia. Conclamava os EUA a assumirem a liderança mundial contra a sovietização do mundo.

Anos 40 e 50: A Guerra Fria Clássica

Reconstrução da Europa Ocidental

Missão gigantesca diante da destruição causada pela guerra. Só em perdas humanas a URSS teve 17 milhões; a Alemanha, 5,5 milhões; a Polônia, 4 milhões; a Iugoslávia, 1,6 milhão; a...
tracking img