Geografia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (578 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Aluna: Kézia Castelo
Série: 2° Técnico






Sexualidade na Televisão












Penha/SC
06/11/12
Podemos, como cidadãos, registrar a nossa preocupação com o constanteaumento da “sexualização” da mídia – a banalização de cenas de sexo, estupro, violência de todo tipo e a apresentação destas coisas.
Alegar que isto é “arte” já virou uma farsa a verdade maior é queestes roteiristas, diretores e produtores que apelam para tantas cenas de nudez e sexualidade estão simplesmente demonstrando sua falta absoluta de criatividade, uma vez que costuma ser aquilo que ficacoberto que provoca mais a nossa sensualidade .
No Brasil, houve um momento em que esse negócio de sexo exacerbou de tal maneira que as meninas de 12 anos agora são moças! Houve uma mudançahormonal qualquer nas meninas – não nos meninos, que continuam meninos até os 18 anos – e elas, aos dez anos, começam a virar mulheres. É uma coisa pavorosa, porque você vê crianças com um apelo sexualincrível! Está errado! Isso foi uma mudança cultural no Brasil dos anos 1980 para cá que ainda não foi devidamente estudada pelos antropólogos e sociólogos de plantão, que estão mais preocupados com apolítica do que com qualquer outra coisa e não percebem que isso também é política. A brasileira não é diferente de nenhuma outra mulher do mundo, mas a levaram a acreditar que é um vulcão de sensualidade,e agora a maioria se comporta como tal.
Vi em várias ocasiões pais que incentivam filhas de 7 anos a dançar na boquinha da garrafa! Essas coisas estão na TV, nas revistas, em todos os lugares! Aondeé que vamos parar? Foi por isso que botei aquela personagem adolescente grávida na novela, porque passei três vezes na frente de uma maternidade do Estado e vi que na fila das grávidas, onde haviaumas 30 mulheres, pelo menos 20 eram adolescentes, e pelo menos duas não teriam mais de 11 anos. Todas lá, com o barrigão de fora, como se dissessem com orgulho: “olha até onde me levou a minha...
tracking img